Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4925 35497040 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5060 36420840 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4925 35497040 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5060 36420840 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4925 35497040 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5060 36420840 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4925 35497040 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5060 36420840 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Última etapa da licitação da Hayel é nesta quarta

Última etapa da licitação da Hayel é nesta quarta

 

 

avenida-Hayel-Bon-Faker-a.frota

Avenida Hayel Bon Faker tem 6,83 quilômetros e corta Dourados de norte a sul, começando na BR-163, e seguindo até a Rua Suécia, no Jardim Europa. (Foto: A. Frota/Arquivo).

Dênes de Azevedo

 

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), autarquia do Governo do Estado, realiza nesta quarta-feira, dia 18, às 9h, em sua sede, em Campo Grande, a última etapa do processo de recapeamento da Avenida Hayel Bon Faker, localizada em Dourados.

A convocação foi feita no Diário Oficial de segunda-feira. Nesta etapa acontece a fase de habilitação, ou seja, a entrega dos documentos, certificados e atestados que comprovam a capacidade técnica das empresas. Na primeira fase foram recebidas as propostas de preço.

A recuperação da Avenida Hayel Bon Faker faz parte de um pacote de recapeamentos, cujo valor do projeto é de R$ 70 milhões, acertado entre o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB). Fazem parte também as avenidas Marcelino Pires, Joaquim Teixeira Alves e Weimar Gonçalves Torres.

A Avenida Hayel Bon Faker tem 6,83 quilômetros e corta Dourados de norte a sul, começando na BR-163, no Trevo da Bandeira, seguindo com duas pistas separadas por canteiro até a Rua Ponta Porã e, posteriormente com pista única, termina na Rua Suécia, no Jardim Europa.

A parte que concentra o maior fluxo de veículos é a entre o Trevo da Bandeira e a Avenida Weimar Gonçalves Torres, que tem 3,65 quilômetros. Essa avenida é a saída/entrada de Dourados para o sul do Estado, dando acesso à cidades que dependem de serviços e comércio em Dourados, como Caarapó, Jutí, Naviraí, Itaquiraí, Amambai, Sete Quedas, Tacuru e Iguatemí.

Desde que foi implantada nunca sofreu um processo de restauração e recapeamento completo. O ex-prefeito Ari Artuzi, já falecido, chegou a encaminhar um projeto de revitalização em Brasília, mas perdeu os recursos devido à dificuldade de sua equipe em lidar com questões técnicas. Agora, através da parceria em os governos Murilo e Azambuja a parte asfáltica será refeita. Mas ainda falta a recuperação dos canteiros.

 

MAIS AVENIDAS

No dia 30 de março a Agesul publicou edital de tomada de preço para elaboração de projeto de restauração funcional do pavimento das avenidas Marcelino Pires, Weimar Torres e Joaquim Teixeira Alves. A licitação ocorreu em 15 de abril. A expectativa é que o projeto fique pronto logo e a seja licitada a obra.

Posteriormente, até o final do mandato de Reinaldo Azambuja, será recapeado o quadrilátero de ruas centrais de Dourados. As obras devem ser licitadas após o recapeamento das quatro grandes avenidas.