Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3094 8740448 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3191 9256328 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3094 8740448 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3191 9256328 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3094 8740448 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3191 9256328 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3094 8740448 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3191 9256328 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Tocha Olímpica irá a Bonito de helicóptero

Tocha Olímpica irá a Bonito de helicóptero

 

 

tocha-olímpica-trajeto

Cidades por onde a tocha olímpica passará em Mato Grosso do Sul. Pernoite será em Campo Grande e Dourados. (Arte: Bolivar Porto/Governo do Estado).

Dênes de Azevedo

 

Pelo planejamento inicial a tocha olímpica passaria em Mato Grosso do Sul pelas cidades de Campo Grande e Dourados, onde pernoitarão, e ainda Sidrolândia, Maracaju, Rio Brilhante, Itaporã, Nova Andradina e Bataguassú.

Mas o Governo do Estado e a Fundtur (Fundação de Turismo de MS) interviram em favor de Bonito e a cidade foi inserida no roteiro. Assim, o principal destino turístico do Estado poderá ver a tocha desfilar pela sua principal rua e alguns atrativos turísticos. Porém, o trajeto de Campo Grande a Bonito será feito de helicóptero e não por terra.

A tocha chega a Campo Grande no dia 24, última sexta-feira do mês, de avião, proveniente de Cuiabá, a única cidade do Mato Grosso a ver o símbolo olímpico. Depois de pernoitar segue num helicóptero das Forças Armadas no sábado pela manhã para Bonito. À tarde chega de volta a Campo Grande, faz o revezamento e pernoite da cidade.

No domingo de manhã parte em direção a Dourados passando por Sidrolândia, Maracaju, Rio Brilhante e Itaporã. Em Dourados fará o revezamento e pernoitará, com as atividades de celebração na Praça Antônio João a partir das 16h. Na segunda-feira (27) segue para Presidente Prudente (SP), passando por Nova Andradina e Bataguassu.

Há ainda uma incerteza com relação à cidade de Rio Brilhante. Uma ponte na BR-267, nas proximidades da área urbana, apresenta problemas estruturais e pode prejudicar a chegada da caravana à cidade. Algumas avaliações ainda serão feitas, mas como não existe tempo hábil para reparar a ponte, a hipótese mais provável é que Rio Brilhante fique fora da rota.

O revezamento começou em Brasília no dia 03 de maio, onde a tocha desembarcou vinda da Grécia, o berço olímpico. Termina no dia 05 de agosto na cidade do Rio de Janeiro, após percorrer milhares quilômetros pelo país por ar, terra e água.

Os jogos, que começam quando o último condutor da tocha acenderá a Pira Olímpica durante a Cerimônia de Abertura dos Jogos, no Estádio do Maracanã, seguem até o dia 21 de agosto, com participação de 10.500 atletas de 206 países. Em 17 dias serão disputadas 306 provas com medalhas.