Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2962 8747536 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3059 9263416 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2962 8747536 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3059 9263416 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2962 8747536 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3059 9263416 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2962 8747536 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3059 9263416 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Dourados recebe o show fantástico da Esquadrilha da Fumaça dia 18

Dourados recebe o show fantástico da Esquadrilha da Fumaça dia 18

 

Esquadrilha da Fumaça 1

Depois de 5 anos – última apresentação foi em maio de 2011 – Esquadrilha da Fumaça volta a Dourados para encantar o público.

Dênes de Azevedo

 

O Aeroclube de Dourados informou em sua página do Facebook que a Esquadrilha da Fumaça estará em Dourados no dia 18 de junho, um sábado, para a apresentação, às 8h, do seu show aéreo que encanta pessoas em todo o mundo. Porém o Aeroclube não deu mais detalhes, informando apenas que é uma parceria exclusiva com o Aeroclube de Dourados. A apresentação será sobre o aeroporto Francisco de Matos Pereira.

O público de Dourados e região verá um show ainda mais bonito este ano. É que o EDA (Esquadrão de Demonstração Aérea) da FAB (Força Aérea Brasileira) fará a apresentação em suas novas aeronaves, o A29 (Super Tucano), fabricados pela Embraer, que substituem os T27 Tucano, primeira geração dessas aeronaves. Os novos aviões são mais velozes e ágeis e utilizam um azul com tom mais forte na pintura.

As novas aeronaves permitem novas manobras. Em uma delas as pessoas tem a impressão de que o avião está dando cambalhotas, o que foi possível devido a maior potência do avião. Também se utiliza um novo óleo para produzir a fumaça, que fica mais tempo no ar.

A mais recente apresentação da Esquadrilha da Fumaça em Dourados foi no dia 8 de maio de 2011, há 5 anos. A penúltima apresentação foi 15 anos antes, em 1996. Um show chegou a ser agendado para maio de 2008, mas a chuva prejudicou a festa. Na apresentação de 2011 milhares de pessoas de Dourados e região foram ao aeroporto Francisco de Matos Pereira para ver as manobras dos ‘fumaças’.

O comando da Esquadrilha considera o aeroporto de Dourados um bom local para as manobras. O show tem duração de 40 a 45 minutos, com pelo menos 20 sequências de manobras em equipe e 50 individuais. Envolve pelo menos 20 militares, entre pilotos, mecânicos e equipe de solo.

Em 2011 houve também shows artísticos, aeromodelismo, paraquedismo, voos panorâmicos, exposição de aeronaves, parque infantil e praça de alimentação. Não se sabe ainda como será a estrutura este ano. O EDA também monta uma tenda para vender seus suvenir, entre eles bonés e camisetas.

 

esquadrilha da fumaca a29

O A29 tem 1.600 shp na turbina PT6 que garante muito mais agilidade nas manobras. (Foto: Divulgação).

NOVOS AVIÕES

O EDA ficou dois anos, do final de 2012 a 2015, sem fazer apresentações no Brasil. Nesse período os pilotos treinaram e preparam as apresentações nos novos aviões, mais potentes e modernos e com novas manobras para impressionar o público ainda mais. A primeira apresentação na era Super Tucano foi em julho de 2015. Fazem parte do esquadrão 11 aviões A29 Super Tucano, mas as apresentações ocorrem geralmente com 7 ou 9.

O Super Tucano é um caça de ataque leve e também um avião de treinamento, configurado para fazer interceptações aéreas. O novo avião tem o dobro da potência. Continua usando os motores à reação (turbinas) PT6 da Pratt & Whitney Canadá, considerados os mais eficientes e confiáveis do mundo na categoria. Só que agora são os PT6A-68C, com 1.600 shp de potência. Os antigos tinham 750 shp. As hélices agora são de 5 pás – antes eram 3 nos T27. Com isso, a aeronave passa a ter maior velocidade, que chega a 590 km/h em cruzeiro. Voando a 10 mil metros de altura tem uma autonomia de 2.800 km sem necessidade de reabastecimento.

 

 

 

O EDA

O EDA, um grupo de pilotos e mecânicos da Força Aérea Brasileira que faz demonstrações de acrobacias aéreas pelo Brasil e pelo mundo. Tem como finalidade aproximar os meios aeronáuticos civil e militar, contribuir para a maior integração entre a Aeronáutica e as demais Forças Armadas e marcar a presença da FAB em eventos no Brasil e no exterior. A Esquadrilha originou-se pela iniciativa de instrutores de voo da antiga Escola de Aeronáutica, sediada na cidade do Rio. Em suas horas de folga, os pilotos treinavam acrobacias em grupo, com o intuito de incentivar os cadetes a confiarem em suas aptidões e na segurança das aeronaves utilizadas na instrução.

Em 14 de maio de 1952, uma comitiva estrangeira em visita à Escola pôde apreciar a primeira demonstração oficial do grupo. Após algumas apresentações, percebeu-se a necessidade de proporcionar ao público uma melhor visualização das manobras executadas. Com isso, em 1953, acrescentou-se na aeronave utilizada à época um tanque de óleo exclusivo para a produção de fumaça. Atualmente, o EDA está sediado na Academia da Força Aérea, na cidade paulista de Pirassununga. (Com informações do Uol e Wikipédia).