Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3086 8760016 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3235 9756176 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3086 8760016 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3235 9756176 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3086 8760016 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3235 9756176 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3086 8760016 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3235 9756176 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Fundação MS já prepara a próxima edição do Showtec em Maracaju

Fundação MS já prepara a próxima edição do Showtec em Maracaju
Vista aérea do Showtec em 2016; evento é um dos principais de tecnologia em MS. (Foto: Divulgação).

Vista aérea do Showtec em 2016; evento é um dos principais de tecnologia em MS. (Foto: Divulgação).

O Showtec só acontecerá no ano que vem, no entanto, boa parte dos espaços destinados aos expositores já foram comercializados. A informação foi repassada pela Fundação MS, instituição que organiza o evento. Conforme a entidade, cerca de 75% dos espaços já estão reservados para comercialização, sendo que desse total, 48% está com contrato fechado. Além disso, a entidade trabalha na reserva de outros espaços disponíveis, para empresas interessadas. O objetivo é que os expositores tenham mais tempo para planejar as ações exercidas durante o evento, que será realizado de 17 a 19 de janeiro de 2018, na sede da entidade, localizada em Maracaju-MS.

Uma das empresas que expõe tecnologias anualmente na feira é a Basf, que já garantiu sua área para o próximo ano. “Temos um calendário de eventos e todos os anos renovamos essas propostas. Sempre procuramos antecipar a participação, para planejar melhor as atividades, orçamentos e gastos. Para a próxima edição do Showtec, vamos lançar um novo produto e falar da oferta de soja para Mato Grosso do Sul”, pontua o gerente de marketing da Basf na região centro-sul, Eduardo Santos.

Conforme o gerente, eventos como o Showtec são fundamentais, pois possibilitam proximidade maior com o produtor e até mesmo com influenciadores e recomendantes no meio rural. “É o momento onde a gente consegue englobar toda a cadeia produtiva para questões muito próximas. Aproveitamos também para oferecer informações relevantes, posicionar e lançar novos produtos, geralmente focados na soja e milho safrinha”, comenta.

Para as empresas que não se anteciparam, ainda dá tempo de reservar uma área para exposição no Showtec. De acordo com o diretor-executivo da Fundação MS, Alex Melotto, os interessados em reservas podem procurar pela instituição e negociar os espaços. “Queremos garantir boas condições de espaço e infraestrutura para os expositores. Além disso, as tecnologias agropecuárias que serão expostas também poderão ser melhor trabalhadas para a apresentação ao público se planejadas com antecedência”, argumenta.

O Showtec faz parte do calendário nacional de eventos do agronegócio e é considerada uma das maiores feiras de difusão de tecnologias voltadas para a agricultura e pecuária do País. Realizada todos os anos pela Fundação MS, a feira continuará com as apresentações e demonstrações de tecnologias, inovações, lançamentos e resultados de pesquisas.

Em sua última edição, o Showtec atingiu público superior a 16 mil pessoas, que visitaram os cerca de 120 estandes, com mais de 500 tecnologias agropecuárias. A próxima edição será realizada no mesmo espaço utilizado no início deste ano, com programação ampla, voltada para as necessidades atuais dos produtores rurais e profissionais do setor, que buscam a cada dia novas ferramentas para o trabalho no campo.

Na avaliação do presidente da Fundação MS, Luciano Mendes, a agricultura e a pecuária são fontes de renda para a economia brasileira, e a transferência de conhecimento e tecnologias aos produtores rurais é fundamental para manter o setor aquecido. “Por meio do Showtec, além de movimentar a economia de Maracaju, fomentando o comércio local, rede hoteleira, restaurante e demais atrativos, levamos aos participantes da feira informações atualizadas e precisas, que auxiliam os trabalhos no campo e possibilitam o avanço do agro por meio dos novos materiais e técnicas de manejo repassadas ao longo dos três dias de evento”, conclui.