Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4883 36188208 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5021 37126152 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4883 36188208 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5021 37126152 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4883 36188208 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5021 37126152 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4883 36188208 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5021 37126152 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Sertão abre nova loja de Dourados em julho

Sertão abre nova loja de Dourados em julho

 

sertao-loja2 ddos (3)

Nova loja da Sertão ficará ao lado do ABV da Antônio Emílio de Figueiredo, de frente para o parque Antenor Martins

Dênes de Azevedo

A Sertão, uma das mais tradicionais lojas de ferramentas, ferragens, máquinas e materiais de construção de Mato Grosso do Sul, vai abrir mais uma unidade em Dourados. Será a segunda da cidade e a 11ª loja da empresa no Estado. A previsão de abertura é para o mês de julho.

De acordo com o gerente geral da Sertão, Luciano Lopes Teixeira Junior, serão investidos em torno de R$ 1,8 milhão na construção do prédio, instalação de equipamentos de tecnologia e estoque. A nova loja vai criar em torno de 60 empregos.

A nova loja, de 1.500 metros quadrados de área de atendimento, está em construção na Rua Antônio Emílio de Figueiredo nº 150 , no Jardim Climax, ao lado da Loja 16 do ABV Supermercados, de frente para o Parque Ambiental Antenor Martins.

A outra loja da Sertão em Dourados, instalada em 1999, fica na Avenida Marcelino Pires, sub esquina com o Atacadão.

Luciano disse ao Indicador Econômico que a escolha do local foi em função do grande crescimento imobiliário da região oeste de Dourados e do pouco número de lojas nos segmentos em que atua a Sertão nas imediações. “Estamos indo pra lá para atender a demanda crescente daquela região”, afirma.

Outro motivo é a proposta da empresa de atuar em condomínio. “Vamos nos instalar ao lado da loja do ABV, onde você já tem supermercado, banco, farmácia e outras lojas e vamos funcionar no mesmo horário do supermercado. Vamos ajudar a criar um complexo comercial com uma gama variada de produtos para aquela região da cidade”, diz.

O ABV funciona naquele local, desde o final do ano passado, de segunda a sábado das 07h30 às 21h e no domingo das 07h30h às 13h. “Ainda temos que definir o horário porque demanda outras negociações, mas a proposta é funcionar no mesmo horário do supermercado para que as pessoas possam aproveitar também o final de semana para resolver questões que não conseguiram durante a semana”, ressalta.

 

A empresa

A Sertão nasceu em Campo Grande, no dia 18 de outubro de 1979, com a abertura de sua primeira loja, na Rua 13 de Maio, como extensão da empresa Ferragens Negrão Comercial Ltda., de Curitiba. Era uma revendedora de máquinas agrícolas, diante das excelentes perspectivas do Estado do Mato Grosso do Sul. Depois a linha de produtos foi diversificada acrescentando ferramentas, máquinas e produtos para atender a construção civil.

Em 1986 foi inaugurada a segunda loja, na Avenida Coronel Antonino. Continuando o processo de expansão em 1998 inaugurou a terceira loja, a da Avenida Júlio de Castilho, e em 1999 a quarta, em Dourados. A quinta loja, aberta na cidade de Ribas do Rio Pardo, chegou em 2000, com a marca Sertaneja, incorporada à Sertão. Depois foram abertas as lojas de Paranaíba, Três Lagoas e Aquidauana e mais duas em Campo Grande, chegando em 2015 a 10 lojas em 36 anos. Há também um centro de distribuição na capital.

Com um amplo mix de produtos, contemplando mais de 36 mil itens, a Sertão comercializa hoje uma ampla variedade de produtos e marcas nos segmentos de materiais de construção, pisos e revestimentos, hidráulica, elétrica, tintas, ferramentas, jardim e piscina, bombas d’água e irrigação, motores e máquinas, peças, equipamentos de proteção individual e bricolagem.