Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3083 8981312 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3181 9483112 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3083 8981312 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3181 9483112 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3083 8981312 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3181 9483112 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3083 8981312 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3181 9483112 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Saiba como cuidar da máscara de tecido e se proteger do coronavírus

Saiba como cuidar da máscara de tecido e se proteger do coronavírus

mascaras

O uso de máscaras é obrigatório em todas as cidades de Mato Grosso do Sul e é uma medida para prevenção do coronavírus. É preciso utilizá-la ao sair de casa, seja para ir ao mercado, circular em espaços públicos ou pegar o ônibus. Para se proteger do coronavírus, além da correta utilização é necessária uma boa higienização. Só dessa forma o acessório de proteção é eficaz.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alerta que é fundamental higienizar as mãos com água e sabão ou álcool gel antes e após usar a máscara. Isso independe de quem faz uso do acessório (se tem ou não tem sintomas da ).

Com as mãos lavadas, é preciso colocar a máscara sobre o rosto de modo que cubra tanto queixo quanto nariz. A máscara não pode ficar frouxa no rosto. Durante uso, não se deve tocar na máscara. Por isso, não é recomendado tirar e colocar a máscara, nem que ela seja removida durante a fala.

Após 2 horas de uso ou quando a máscara estiver úmida, troque-a por uma nova. Se for uma máscara descartável, não a reutilize, descarte-a imediatamente em uma lixeira fechada. No caso de máscara de tecido: higienizá-la com sabão ou água sanitária e deixar 20 minutos de molho.

Na hora de removê-la, faça isso por trás. A pessoa não deve encostar a mão no tecido, apenas nas alças laterais que ficam acopladas à orelha. Ou seja, não toque na parte da frente do acessório. Higienize novamente as mãos com água e sabão ou álcool em gel.

(com informações do Governo de MS)