Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4854 35497992 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5007 36421792 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4854 35497992 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5007 36421792 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4854 35497992 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5007 36421792 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4854 35497992 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5007 36421792 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Roberto Calixto é o novo diretor-presidente da CCR MSVia

Roberto Calixto é o novo diretor-presidente da CCR MSVia

 

Roberto Calixto (esq) e Maurício Negrão - foto Rachid Waqued

Roberto Calixto (esq.), o novo presidente, e Maurício Negrão. (Foto: Rachid Waqued).

O engenheiro Roberto de Barros Calixto é o novo diretor-presidente da CCR MSVia, concessionária privada responsável pela operação, reforma e duplicação da BR-163/MS. Calixto substitui o também engenheiro Maurício Soares Negrão, que dirigiu a empresa desde a sua criação, há pouco mais de dois anos. Negrão volta para São Paulo, para exercer novas funções no Centro Corporativo do Grupo CCR.

Natural de Passos (MG), Roberto de Barros Calixto graduou-se em Engenharia Civil na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em 1976. Iniciou sua carreira na Construtora Andrade Gutierrez S.A., em 1977, onde permaneceu até 1999, atuando na implantação de vários projetos no Brasil e no Exterior.

Em 1999, transferiu-se para a área de concessões rodoviárias participando da implantação da Intervias, concessionária responsável por 375,7 quilômetros de rodovias na região Centro-Norte do Estado de São Paulo. Posteriormente, quando o Grupo OHL Brasil (hoje Arteris), adquiriu concessões, Calixto assumiu também a direção das concessionárias Autovias, Centrovias e Vianorte, responsáveis por um total de 771 quilômetros de rodovias nas regiões Centro, Norte e Nordeste de São Paulo.

Em 2011 transferiu-se para a Concessionaria Renovias, que administra 345,6 quilômetros de extensão na região Nordeste de SP. A empresa tem participação acionária do Grupo CCR. Permaneceu nela até maio de 2016. Neste mês de junho, assume a Presidência da CCR MSVia.

A CCR MSVia é a concessionária que assumiu os 845,4 quilômetros de extensão da BR-163/MS em abril de 2014. Em outubro de 2014, a empresa deu início à operação do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), recurso de atendimento exclusivo a motoristas, passageiros e pedestres ao longo da rodovia.

Composto por 17 Bases Operacionais, o SAU conta com cerca de 500 colaboradores atuando em regime de revezamento 24 horas por dia, apoiados por cerca de 80 viaturas. Até hoje, o serviço já realizou mais 232 mil atendimentos.

Em julho de 2014, a CCR MSVia iniciou a primeira etapa da duplicação da BR-163/MS, entregando os primeiros 97,4 quilômetros em agosto de 2015, apesar das fortes chuvas que assolaram o Mato Grosso do Sul no período. Em setembro do mesmo ano, iniciou a operação das nove praças de pedágio previstas no contrato de concessão.

Hoje, a empresa realiza obras de duplicação em um total de 82 quilômetros de segmentos ao longo da BR-163/MS.