Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402640 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 404144 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5260 36317520 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5398 37262216 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402640 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 404144 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5260 36317520 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5398 37262216 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402640 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 404144 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5260 36317520 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5398 37262216 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402640 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 404144 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5260 36317520 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5398 37262216 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Produção de veículos em março tem o menor volume em 16 anos

Produção de veículos em março tem o menor volume em 16 anos

automoveis

Afetadas pelas paralisações que ocorreram por causa do novo coronavírus, as montadoras tiveram, em março, o menor volume de produção para o mês em 16 anos. Foram 190 mil unidades produzidas, em soma que considera os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, segundo apresentação divulgada nesta segunda-feira (6) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

O resultado só não é menor do que o de março de 2004, quando a produção havia atingido 185,5 mil unidades, segundo dados da série histórica da associação. O volume também se aproxima do de março de 2016, quando foram montados 200,3 mil unidades, no pior momento da última recessão econômica.

O volume do mês passado, se comparado a março de 2019, representa queda de 21,1%. Em relação a fevereiro, o tombo é de 7%. No acumulado do ano até março, houve recuo de 16% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, com a produção de 585,9 mil veículos.

Os trabalhadores não ficaram imunes à queda da produção. Segundo a Anfavea, cerca de 300 postos de trabalho foram fechados em março. Agora, o setor conta com 125,7 mil funcionários, recuo de 0,2% em relação a fevereiro e de 2,3% na comparação com março do ano passado.