Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403744 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4782 36536472 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4930 37490448 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403744 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4782 36536472 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4930 37490448 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403744 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4782 36536472 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4930 37490448 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403744 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4782 36536472 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4930 37490448 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

PREÇO DO CAFÉ SOBE 33% EM DOURADOS

PREÇO DO CAFÉ SOBE 33% EM DOURADOS

 

café-shutterstock_2

Preço do café subiu 33,48% no período de um ano em Dourados. (Foto: Shutterstock).

Dênes de Azevedo

 

Em um ano o consumidor morador em Dourados tem de desembolsar R$ 1,50 a mais ao levar para casa um pacote de café de 500 gramas. Isso pelo menor preço, sem levar em conta qualidade ou marca. Em julho de 2015 o menor preço era R$ 4,48. Já no dia 4 deste mês o menor preço era de R$ 5,98. Isso significa um aumento de 33,48% no período de um ano.

Os preços ao consumidor dispararam a partir do meio do ano passado, quando ficou clara a retração econômica do país e ainda com o estouro da crise política. O café é um dos produtos do café da manhã do brasileiro, que fica a cada dia mais caro. O preço do leite subiu ainda mais, 54% em um ano. Já o pão francês está congelado, mas deve sofrer reajuste depois da virada do mês.

O cálculo é feito com base na pesquisa da cesta básica feita mensalmente pelo Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) em 10 supermercados da cidade. Neste mês julho de 2016 o menor preço era R$ 5,98 no Hyper Center São Francisco e o maior no Supermercado Big Bom, de R$ 7,09. A variação entre maior e menor preço foi de 18,56%.

Em julho do ano passado o pacote de 500 gramas de café custava R$ 4,48 no supermercado Cuenca (menor preço) e R$ 6,35 no São Francisco (maior). A variação ficou em 41,74%. Em janeiro desde ano o produto custava R$ 5,48 no Cuenca e R$ 6,98 no Extra Hiper. A variação era de 27,37%.

Com o avanço da crise e da inflação, o que tem provocado uma retração no consumo, observa-se uma menor variação entre o maior e menor preço. Isso indica uma maior preocupação dos supermercados no monitoramento de preços. Em julho do ano passado a variação verificada foi de 41,74%, em janeiro deste ano caiu para 27,37% e agora em julho caiu mais ainda ficando em 18,56%. Ou seja, a diferença entre os preços fica cada vez menor.

 

DIEESE

Já a pesquisa do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) deste mês verificou aumento no preço do café em 23 capitais brasileiras. O motivo foi o clima desfavorável que fez a produtividade do grão cair e consequentemente as negociações se tornaram mais lentas no mercado.

De acordo com a pesquisa, divulgada pelo Campograndenews, em Campo Grande, no Comper da Avenida Mato Grosso o menor preço do pacote de 500 gramas foi R$ 6,69 e a marca mais cara a R$ 8,89. No Walmart, o menor valor foi de R$ 6,98 e o maior a R$ 10,98. No Pague Poko, na Mata do Jacinto, os preços variaram entre R$ 7,79 e R$ 10,99. Já no Supermercado Campos, no bairro Carandá Bosque, a variação foi entre R$ 8,75 e R$ 11,49.

 

Leia também:

 

Preço do leite sobe 54% em 1 ano

http://www.indicadoreconomico.com.br/preco-do-leite-sobe-54-em-1-ano/

 

Preço do pão francês não terá reajuste nos próximos 30 dias

http://www.indicadoreconomico.com.br/preco-do-pao-frances-nao-tera-reajuste-nos-proximos-30-dias/