Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402432 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403936 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4985 36465832 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5246 37419272 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402432 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403936 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4985 36465832 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5246 37419272 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402432 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403936 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4985 36465832 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5246 37419272 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402432 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403936 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4985 36465832 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5246 37419272 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Pesquisa mostra perfil e nível de satisfação do turista durante Festival de Inverno de Bonito

Pesquisa mostra perfil e nível de satisfação do turista durante Festival de Inverno de Bonito

 

 

recanto ecologico-flutuuacao

Mergulho do Recanto Ecológico do Rio da Pra, em Jardim, que é vendido por Bonito. (Foto: Divulgação).

Os turistas que visitaram Bonito durante o 17º Festival de Inverno, opinaram sobre os atrativos turísticos da cidade e revelaram se indicariam ou não o destino. Todos foram unânimes: 100% dos entrevistados recomendariam a cidade para outras pessoas. Ao todo, 160 turistas foram ouvidos durante os dias 29 e 30 de julho. O estudo foi realizado pelo Observatório do Turismo e Eventos de Bonito, coordenado pelo Bonito Convention & Visitors Bureau, em parceria com a Prefeitura Municipal e a Fecomércio-MS.

Dos entrevistados, a maioria dos visitantes eram de Mato Grosso do Sul, totalizando 51%, seguido de São Paulo (14%), Santa Catarina (8%), Rio Grande do Sul (6%) e Rio de Janeiro (6%). A pesquisa mostrou, ainda, que a faixa etária esteve concentrada entre 26 a 35 anos, o que corresponde a 35% dos que participaram da pesquisa. 51% declarou ter nível superior completo.

O estudo também mostra de que forma os turistas fizeram reserva para se hospedarem na cidade. Foram apresentadas três alternativas: reserva feita diretamente com o hotel, pacote turístico tradicional e agências online, como booking.com e decolar.com. 52% respondeu que preferiu agendar diretamente no hotel.

Já em relação aos atrativos visitados, a maior concentração foi nos balneários (69%), seguido da gruta (57%) e flutuação (55%). No entanto, outros pontos turísticos também foram alvos dos turistas, como as cachoeiras, mergulho, passeios de bote, rapel, cavalgada, arvorismo, entre outros.

Conforme a coordenadora do Observatório do Turismo e Eventos de Bonito, Janaina Mainchein, o objetivo da pesquisa é colaborar com os empresários do setor e poder público no planejamento de estratégias de divulgação. “Com esses dados, esperamos, também, oferecer melhores condições aos visitantes, para que eles se sintam motivados a recomendar a cidade ou queiram retornar novamente”, destaca.