Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4848 36536760 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4992 37490736 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4848 36536760 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4992 37490736 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4848 36536760 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4992 37490736 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4848 36536760 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4992 37490736 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Obra do hiper Assaí Atacadista em Dourados começa em breve

Obra do hiper Assaí Atacadista em Dourados começa em breve

 

assai-cabofrio 1

Este ano a empresa inaugurou a unidade de Cabo Frio, com investimento de R$ 20 milhões e loja de 13 mil m². (Fotos: Divulgação).

Da Redação

O GPA (Grupo Pão de Açúcar) deve começar em breve a construção de sua unidade atacadista de varejo em Dourados. Pelo menos foi o que anunciou o prefeito da cidade, Murilo Zauih (PSB) na noite de quinta-feira passada, na solenidade de inauguração de uma concessionária completa da marca de veículos BMW/Mini em Dourados.

O hipermercado de atacado do GPA é o Assaí. No primeiro semestre do ano passado o grupo revelou a intenção de construir um Assaí em Dourados e fez consulta sobre uma área localizada na Rua Coronel Ponciano, quase em frente ao Detran, que foi aprovada pelo CMDU (Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano). Provavelmente o hiper será erguido nesse local mesmo, já que a empresa não fez mais nenhuma consulta sobre outro local.

O Assaí está em expansão no Brasil e procura centros regionais importantes, como Dourados. No dia 18 de fevereiro a empresa inaugurou a primeira loja em 2016. A nova unidade abriu as portas na cidade de Cabo Frio, no Rio de Janeiro. O investimento foi de R$ 20 milhões e a loja tem 13 mil m².

O investimento em cada loja varia entre R$ 20 milhões e R$ 30 milhões e o tamanho de 7 mil m² à 15 mil m².  As vagas de estacionamento variam entre 100 e 500. O número de empregos diretos gerados varia entre 200 e 500.

As novas lojas tem novo formato, com destaque para o aumento da área de estocagem. Para isto é feita a elevação do pé direito e metragem das unidades, fazendo com que os produtos possam ser armazenados no ponto de venda e, ao mesmo tempo, facilitando a operação de reposição e giro dos estoques.

A abertura de lojas vem sendo apontada como um dos fatores do bom desempenho do Assaí nos últimos anos. A rede cresceu 25,5% em vendas brutas em 2015, na comparação com 2014, e já conta com 96 unidades em 13 estados brasileiros. Em Mato Grosso do Sul são duas lojas em Campo Grande.

 

CARREFOUR

O prefeito também falou na solenidade que no próximo ano a cidade vai ganhar um novo Atacadão. Porém não deu nenhum detalhe. O Atacadão é o hipermercado de atacado do Grupo Carrefour, concorrente do GPA.

Porém, o Indicador Econômico ficou sabendo de uma fonte da área de arquitetura e engenharia da capital que o grupo trabalha com duas vertentes. A primeira seria implantar um hipermercado com a marca Carrefour no local onde está o Atacadão hoje e construir uma nova unidade do varejista em outro local. A segunda seria construir mais um Atacadão.

O Atacadão consultou em junho do ano passado uma área na BR-163, na esquina com a MS-156, ao lado do Jardim Guaicurus. O CMDU também aprovou a localização. Não se sabe se a empresa comprou a área. Não se sabe também se o grupo já definiu em relação a mais um atacado ou a um Carrefour.

 

POLO

Dourados avança cada vez mais na direção de se tornar o maior polo de comércio e serviços do Estado. É o centro de uma região de 38 municípios. Hoje os maiores destaques são para a saúde e educação, mas o crescimento no atendimento avança rapidamente para todas as áreas. A região reúne mais de 1 milhão de habitantes, localizados a no máximo 250 quilômetros de Dourados. Toda essa população tem acesso asfaltado e rapidinha a Dourados.