Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401160 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401432 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3968 9083928 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4106 9534272 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401160 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401432 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3968 9083928 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4106 9534272 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401160 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401432 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3968 9083928 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4106 9534272 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401160 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401432 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3968 9083928 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4106 9534272 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Municípios herdeiros da colonização europeia e os encantos naturais e históricos da Serra Gaúcha

Municípios herdeiros da colonização europeia e os encantos naturais e históricos da Serra Gaúcha

 

rio-gde-sul-Mini Mundo-Gramado-RS-Foto-Diego Campos-Ascom-MTur

Uma cidade em miniatura e seus 2.500 mini-habitantes de diversos países estão representados no primeiro atrativo turístico de Gramado, o Mini Mundo. (Foto: Diego Campos/Ascom/MTur).

 

Um roteiro envolvendo municípios herdeiros da colonização europeia e encantos naturais e históricos da Serra Gaúcha tem como ponto de partida Canoas, passando por Esteio, Novo Hamburgo, Gramado, Canela, Nova Petrópolis e, por fim, Caxias do Sul.

São cidades muito próximas umas das outras. Canela está a 10 minutos de Gramado que, por sua vez, está a 40 minutos de Nova Petrópolis. O acesso a esses destinos se dá, apenas, por rodovias estaduais. Separamos pontos turísticos de três dessas cidades.

 

CANELA

A prática do ecoturismo e a presença de parques temáticos são características da cidade. A visita ao Parque do Caracol impressiona pela imensidão da vista de uma queda d’água com 131 metros de altura em meio a montanhas cobertas pela neblina. Para dar emoção ao passeio, vale a descida da escadaria com 736 degraus que leva o turista até a base da cachoeira. Quem estiver acompanhado de crianças, é interessante leva-los para um passeio histórico no parque que reconta a revolução industrial e como o Brasil funcionava com as máquinas a vapor. Lá está, ainda, a menor fábrica de papel do mundo. O visitante acompanha o processo de produção e ainda leva o papel de lembrança pra casa.

 

GRAMADO

Assim como Canela, Gramado é apaixonante.  Uma cidade em miniatura e seus 2.500 mini-habitantes de diversos países estão representados no primeiro atrativo turístico de Gramado, o Mini Mundo. Se estiver a dois, vale um passeio de pedalinho no parque Lago Negro – as árvores que contrastam com o esverdeado do lago artificial foram importadas da Floresta Negra da Alemanha.

O primeiro Museu de Cera da América Latina com 100 réplicas fiéis das mais renomadas personalidades, nacionais e internacionais, também está em Gramado. É imperdível a ida ao único parque de neve indoor do país com opções para simulação de ski, snowboard e patinação no gelo.

A gastronomia também se tornou atrativo em Gramado. Fondue, vinho, chocolate caseiro e o café colonial são indispensáveis ao paladar do visitante. Na Rua Coberta, estão os principais bares, restaurantes e, claro, o movimentado comércio. No centro está a Igreja São Pedro e o Palácio dos Festivais, que, há quatro décadas, premia os melhores filmes nacionais e latinos no Festival de Cinema de Gramado.

 

NOVA PETRÓPOLIS

A pausa para diversão é no Labirinto Verde – um arbusto com vegetação natural com caminhos que desafiam o turista a entender qual local de partida e de chegada. Para apreciar o pôr do sol entre as montanhas, vale a visita no Ninho das Águias. É de lá, inclusive, que o fogo olímpico parte para Caxias do Sul, cidade onde será realizada a festa de celebração do revezamento da tocha. (Por Deborah Domenici, do MTur – Texto editado).