Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4680 36535160 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4826 37489136 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4680 36535160 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4826 37489136 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4680 36535160 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4826 37489136 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4680 36535160 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4826 37489136 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Estado tem crescimento de 52% na abertura de empresas

Estado tem crescimento de 52% na abertura de empresas

O número de empresas abertas em Mato Grosso do Sul aumentou 52% no mês de fevereiro em relação a janeiro deste ano. A informação é da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems) – órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade). O boletim mensal com essa estatística foi divulgado na manhã desta quarta-feira (9). No comparativo com o mês anterior, o órgão registrou a constituição de 505 empresas em fevereiro deste ano – 52% a mais do que em janeiro de 2016 (332) e 55% a mais que em dezembro de 2015 (325).

Após série de fechamento de empresas, MS começa a se recuperar e novos estabelecimento estão sem abertos

Após série de fechamento de empresas, MS começa a se recuperar e novos estabelecimento estão sem abertos

Em relação ao mesmo período do ano passado (fevereiro de 2015), o número correspondente ao mês correlacionado saltou quase 10% a mais em 2016. Para o presidente da Jucems, Augusto César de Castro, alguns fatores podem ter contribuído para que o balanço fosse favorável. “Esses números refletem o quantitativo, mas não o qualitativo, ou seja, em quais circunstâncias e os motivos reais para que o empreendedor decidisse abrir a sua empresa. Entretanto, entende-se que o empresário está mais confiante para empreender. Acreditamos que as políticas estaduais de apoio aos empresários tenham contribuído demasiadamente para a melhoria desse indicador”, analisou.

Na avaliação do secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, o percentual positivo de abertura de empresas em fevereiro se deu em curto prazo. “Em janeiro, por exemplo, houve a abertura de 332 empresas e já em fevereiro registrou aumento de mais 173 empresas em 30 dias. Um dos fatores que podem ter contribuído para este balanço positivo pode ser creditado à conjuntura econômica estadual, com um governo estabilizado e assumindo seus compromissos em dia”, explicou.

Com dados da Jucems