Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3269 8981216 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3384 9483016 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3269 8981216 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3384 9483016 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3269 8981216 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3384 9483016 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3269 8981216 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3384 9483016 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

MS maior taxa de ocupação de leitos de UTI, mostra levantamento

MS maior taxa de ocupação de leitos de UTI, mostra levantamento

leitos_uti

Mato Grosso do Sul tem a pior situação no quesito taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Brasil. Segundo levantamento do jornal O Globo, 90,8% estão ocupados no Estado. Na lista dos piores, também são citados Paraná (90%) e Minas Gerais (88,5%).

O jornal chama atenção para dados oficiais, fornecidos pelo Ministério da Saúde. Nesse levantamento,  Mato Grosso do Sul tem 187 leitos de UTI existentes, sendo que o necessários seria mais 316.

O número leva em consideração a realidade hoje na rede pública, e contradiz os dados do governo de Mato Grosso do Sul que fala em 515 no total, considerando a rede particular, e 286 só pelo SUS.

Como medida para enfrentamento à doença, o governo do Estado prevê 142 novos leitos de UTI. No entanto, não consegue comprar os aparelhos e precisa aguardar a compra e consequente distribuição do ministério.

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), que provoca quadros grave de pneumonia viral, há uma corrida nacional para abrir leitos de terapia intensiva. Conforme O Globo, 17 Estados têm mais de 70% dos leitos de UTI ocupados.

Ou seja, mesmo antes da pandemia, a pressão pelos leitos é grande, considerando pacientes com infarto, AVC (Acidentes Vascular Cerebral).

O ministério avalia que é preciso criar mais de 1,6 mil leitos de UTI e mais de 22 mil leitos de enfermaria na primeira etapa de enfrentamento à doença, nos próximos 30 dias. Já no quesito leitos de enfermaria, Mato Grosso do Sul aparece com 408, mas precisaria de 1.531. O Estado tem 36 casos confirmados de novo coronavírus, 44 casos suspeitos, 388 descartados e nenhum óbito pela doença.