MS acumula 18,1 mil novas vagas de trabalho de janeiro a agosto

MS acumula 18,1 mil novas vagas de trabalho de janeiro a agosto

construção

Mato Grosso do Sul fechou o mês de agosto com saldo de 1.152 vagas formais de trabalho, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgado nesta quarta-feira (25). O Estado acumula a criação de 18.166 postos no mercado ao longo deste ano.

Conforme o Caged, 160.055 trabalhadores foram desligados neste período, enquanto 178.221 foram admitidos nos oito primeiro meses de 2019. No acumulado dos últimos 12 meses, o saldo foi de 5.561 vagas (250.127 admissões e 244.566 desligamentos).

Na comparação com agosto do ano passado, o Estado registrou uma leve piora, queda de 4,47%. Somente no 8º mês de 2019, o Caged registrou 19.145 desligamentos e 20.297 contratações.

O setor de Serviços foi quem mais contribuiu para o saldo positivo de geração de empregos com 571 vagas. Indústria de Transformação aparece na sequência com 499 novos postos de trabalho. Também aparecem com saldo positivo Comércio (105), Construção Civil (74), Serviço Industrial de Utilidade Pública (50) e Extrativismo Mineral (33).

Administração Pública terminou o mês com saldo de zero e Agropecuária ficou com -180 postos a menos de trabalho.

Municípios – Campo Grande fechou o 8º mês do ano com 638 novas vagas de trabalho, com 8.493 contratações formais e 7.855 demissões. No acumulado do ano, a Capital tem saldo de 3.086 vagas (68.471 admissões e 65.385 desligamentos). Já nos últimos 12 meses, foram criadas 3.330 novas oportunidades.

O município de Dourados encerrou agosto com 225 vagas a mais de trabalho. Em Três Lagoas, foram geradas novas 48 vagas.