Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402496 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 404000 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5014 36294288 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5147 37245152 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402496 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 404000 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5014 36294288 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5147 37245152 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402496 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 404000 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5014 36294288 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5147 37245152 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402496 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 404000 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5014 36294288 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5147 37245152 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Mato Grosso do Sul deve produzir 11,5 milhões de toneladas de soja na safra de 2020/2021

Mato Grosso do Sul deve produzir 11,5 milhões de toneladas de soja na safra de 2020/2021

De acordo com o Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (SIGA-MS), projeto da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), o Estado deve produzir 11,591 milhões de toneladas de soja na safra 2020/2021.

Os dados apontam ainda que Mato Grosso do Sul encerrou o plantio da soja em 2020 com 90% das lavouras em boas condições, 9% regular e 1% em condições ruins, ou seja, com alta infestação de pragas ou outros defeitos que causem perdas na qualidade do grão.

Com o fim do período para plantio em 31 de dezembro, agricultores precisam registrar na Agência Estadual de Defesa Sanitária, Animal e Vegetal (Iagro) a área plantada até o dia 10 de janeiro.

O boletim técnico 389/2021 do Siga-MS publicado nesta semana, avaliou as lavouras do Estado na última semana de dezembro e apontou que as chuvas nas últimas semanas do ano contribuíram com o desenvolvimento das lavouras.

Na região Norte do Estado, 99% da lavoura está em condições boas. O percentual diminui para 85% na região nordeste, onde 12% está regular, já o oeste, centro e sul mantém percentuais cima de 90%.

Na safra 2020/2021, Mato Grosso do Sul deve atingir produtividade 53 sc/ha. A área plantada está estimada em 3,645 milhões de hectares, aumento de 7,55% em relação a safra 2019/2020, que foi 3,389 milhões de hectares.

Até 21 de dezembro o Estado havia comercializado 56,50% da safra 2020/21, como mostrou o levantamento realizado pela Granos Corretora. Percentual na média do mesmo período da safra passada.

Contudo, o preço médio da saca de 60 kg de soja está 56% mais cara que no ano passado. Em 2020, terminou em R$ 111,77/sc contra R$ 71,63/sc em 2019.