Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5120 36293616 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5276 37244480 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5120 36293616 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5276 37244480 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5120 36293616 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5276 37244480 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5120 36293616 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5276 37244480 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

IPVA tem desconto de 15% no pagamento à vista até o dia 29 de janeiro

IPVA tem desconto de 15% no pagamento à vista até o dia 29 de janeiro

Com 1,1 milhão de boleto do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) já entregue, o contribuinte tem até dia 29 para pagar o tributo à vista e ter 15% de desconto.

Também no dia 29 de janeiro vence a primeira parcela. De acordo com a Sefaz (Secretaria Estadual de Fazenda), em torno de 40% dos proprietários de veículos optam pelo pagamento à vista.

O IPVA é a segunda maior fonte de arrecadação tributária do governo do Estado, ficando atrás somente do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). De acordo com o portal de notícias do governo, em 2021, a expectativa é arrecadar R$ 890 milhões com o IPVA.

O recurso é dividido entre o Estado e os municípios.  Carros de passeio continuam com desconto de 30%, resultando em uma alíquota de 3,5%. Para motocicletas, a primeira tributação tem desconto de 50%, resultando em uma alíquota de 1% sobre a tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômica).

Em caso de dúvidas, os proprietários de veículos devem se dirigir pessoalmente às Agenfas (Agências Fazendárias) em seus respectivos municípios, munidos de documentos pessoais e do veículo.

A secretaria disponibiliza ainda os telefones (67) 3316-7500,  3316-7534 e 3316-7541 para informações exclusivas sobre IPVA, além da página de autoatendimento na internet.