Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3045 8703424 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3144 9147368 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3045 8703424 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3144 9147368 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3045 8703424 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3144 9147368 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3045 8703424 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3144 9147368 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Intenção de viagem é a maior do ano, aponta um estudo do Ministério do Turismo

Intenção de viagem é a maior do ano, aponta um estudo do Ministério do Turismo

 

Em relação ao destino, o Nordeste se mantém na liderança e segue sendo a região mais desejada.  Foto: Praia do Gunga, em Maceio, Alagoas/Divulgação).

Em relação ao destino, o Nordeste se mantém na liderança e segue sendo a região mais desejada. Foto: Praia do Gunga, em Maceio, Alagoas/Divulgação).

Para 26,5% dos brasileiros a expectativa é de viajar nos próximos seis meses. É o que diz um estudo do Ministério do Turismo. Trata-se do maior percentual registrado este ano e coincide com a chegada da alta temporada no país marcada pelo início do verão, férias escolares e festas de fim de ano. Deste total, 81,8% deverão aproveitar para descobrir os vários atrativos que os destinos domésticos oferecem.

O automóvel aparece como vice-líder nos meios de transporte que deverão ser utilizados por quem deseja colocar o pé na estrada: 32,5%, atrás apenas do avião que se mantém líder com 57,1% da preferência. Em relação aos meios de hospedagem, hotéis e pousadas seguem como sendo a opção de preferência entre os entrevistados: 46,6%. Em seguida aparece a casa de amigos e parentes com 37,2% e residência própria com 8,3%.

“O Brasil é repleto de destinos e atrativos capazes de agradar e encantar os mais diversos perfis de turistas. Essa pesquisa mostra que o brasileiro quer descobrir essas belezas e estamos muito confiantes que essa movimentação vai impulsionar o setor de viagens no país”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Em relação ao destino, o Nordeste se mantém na liderança e segue sendo a região mais desejada pelos viajantes nacionais com 49% da intenção de viagem. O Sudeste deve ser o escolhido por 23,4%, seguido do Sul (14,3%), Centro-Oeste (8,7%) e Norte (4,6%).

PESQUISA

A Sondagem do Consumidos – Intenção de Viagem é realizada mensalmente pela Fundação Getulio Vargas (FGV) em Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Juntas, essas capitais representam 70% do fluxo turístico doméstico brasileiro.