Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3184 8754256 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3327 9750416 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3184 8754256 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3327 9750416 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3184 8754256 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3327 9750416 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3184 8754256 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3327 9750416 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

IFMS investirá R$ 12 mi em Naviraí para curso de agronômia

IFMS investirá R$ 12 mi em Naviraí para curso de agronômia

 

ifms navi

Reunião em que o IFMS solicitou área para a Prefeitura. (Foto: Divulgação).

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) investirá R$ 12 milhões em Naviraí para a implantação do curso de graduação em agronomia. De acordo com O diretor da unidade, Professor Matheus Castro, já fez a reivindicação de uma área de 43 hectares à prefeitura para a instalação do curso. “Já temos 7 hectares doados pela Prefeitura e precisamos de mais 43 hectares para fechar os 50 hectares, que é o padrão mínimo exigido para a implantação de cursos na área de recursos naturais”, explica.

A reivindicação foi feita quando da visita do prefeito da cidade, Izauri Macedo, à unidade. Segundo Castro, o agronegócio brasileiro já é muito forte, e em Mato Grosso do Sul, especialmente no Cone Sul, movimenta a economia. “É um curso que Naviraí sempre está demandando”, disse.

O prazo para a instalação do campus, se o processo de licitação correr tudo bem, é para 2019. A instituição tem hoje no seu quadro 63 servidores efetivos concursados e aproximadamente 400 estudantes. A expectativa é de 750 para o próximo ano.

O IFMS em Naviraí tem hoje cursos técnicos em agricultura, informática e uma graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. “Temos assim cursos para quem tem só o ensino fundamental, para quem quer fazer o ensino médio, quem quer se capacitar com uma graduação e para quem quer fazer pós-graduação, que deverá iniciar na metade do ano”, explicou Matheus.

“O IFMS é um bem público, uma instituição que veio para somar e Naviraí tem muito a ganhar com isso. Naviraí já é uma referência educacional no Cone Sul e, com as instalações de universidades e a potencialidade que o Instituto também oferece, tornar-se-á brevemente uma referência em Mato Grosso do Sul”, afirma.