Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4649 36540792 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4800 37494768 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4649 36540792 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4800 37494768 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4649 36540792 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4800 37494768 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4649 36540792 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4800 37494768 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Idenor implanta gestão moderna na Câmara de Dourados

Idenor implanta gestão moderna na Câmara de Dourados

 

camara-dourados-fachada

Investimentos também melhoraram os sistemas de informatização da Câmara. (Foto: Thiago Morais).

Desde que assumiu a presidência da Câmara de Dourados, há seis anos, o vereador Idenor Machado deu início a um programa de modernização da gestão, que resultou na economia de recursos, melhoria da gestão administrativa e o melhor funcionalidade do Legislativo.

Os avanços atingiram todos os setores. Ao mesmo tempo o programa de manutenção permanente mantém em excelentes condições o prédio e os equipamentos da Câmara. A preocupação também é investir constantemente em tecnologia para atender cada vez melhor e mais rápido a população.

A gestão eficiente resultou numa economia considerável de recursos do contribuinte. Um exemplo é com relação à energia elétrica, cuja conta mensal que chegou a R$ 15 mil hoje gira em torno de R$ 9 mil, mesmo após sucessivos reajustes na tarifa pela concessionária. Para resolver o problema o diretor financeiro Geraldo Pereira da Cruz fez um estudo e descobriu que a Câmara estava pagando excedente por conta de o contrato estar com cota abaixo do que estava sendo consumido.

Igualmente foi implantando um sistema de controle que resultou em grande economia no custo do telefone. As ligações interurbanas foram concentradas no sistema PABX, com somente as ligações locais liberadas nos terminais. Já com relação aos telefones celulares o controle é feito por pacotes de minutos. Assim se reduziu muito o custo com telefonia na Câmara. Idenor também melhorou o sistema de telefonia fixa da Câmara, com novos cabeamentos, aparelhos e sistemas.

Com relação às correspondências os despachos eram feitos em todos os setores. Idenor reorganizou o sistema centralizando os despachos na Secretaria e no Setor Financeiro. Desta forma o custo com Correios, que chegou a R$ 2 mil por mês, caiu muito, tendo período cujo gasto mensal baixou para R$ 60.

Na gestão de Idenor Machado priorizou-se também a transparência nas licitações para compra de equipamentos, materiais de consumo e realização de serviços e obras. Todas as licitações, independente do valor são publicadas no Diário Oficial do Município.

Entre as principais obras na gestão de Idenor está a readequação do espaço da Câmara para acomodar os novos vereadores, eleitos em 2012. A Câmara passou a ser formada por 19 em vez de 12 vereadores. No ano passado foi trocado o telhado do prédio da Câmara para resolver problemas permanentes de infiltração. Reparos e pinturas são feitos constantemente para manter a conservação do prédio em dia. A Câmara também melhorou a sua acessibilidade com construção de rampas de acesso para cadeirantes.

O investimento foi grande em tecnologia para modernizar o trabalho da Câmara. Entre os investimentos está a substituição do sistema de internet por um link profissional em fibra ótica, de 20 mega. “Depois da instalação do novo sistema não ficamos nem um minuto sem internet”, afirma Julio Cesar Moreti, técnico em informática. A Câmara também melhorou o sistema de internet wifi, instalando dois roteadores profissionais e readequou o sistema de vigilância. Idenor investiu bastante também nos sistemas de informatização da Câmara. Programas dos setores administrativo, financeiro e de contabilidade foram atualizados e melhorados para atender a agilidade necessária nas respostas para a população, Ministério Público e Tribunal de Contas.  Essas atualizações de softwares também foram fundamentais para melhorar o Portal da Transparência. O presidente também adquiriu muitos equipamentos para modernizar e atualizar os sistemas de informática.

 

Plano de Saúde

Agora os servidores da Câmara tem plano de saúde. Há dois anos Idenor encampou e realizou o anseio dos servidores garantido o acesso ao sistema CASSEMS. Isto foi possível através de uma parceria que envolveu além do sistema a Prefeitura de Dourados. Nunca, em toda a história de Dourados, os servidores da Câmara tiveram acesso a um plano de saúde.

Na área de gestão da Câmara um grande avanço foi o Diagnóstico Departamental, que resultou no Mapeamento de Processos, que facilita as rotinas em todos os setores, a partir da criação de um roteiro de procedimentos.

“Esse procedimento faz fluir melhor o trabalho, poupa tempo, facilita para um eventual novo servidor contratado e evita erros”, explica a assistente social Virgínea Bosqueti Lopes, que coordenou o trabalho. A implantação começou pelo setor de RH (Recursos Humanos). “Foi um trabalho construído de maneira integrada, um trabalho de equipe, que está dando muito certo”, diz Virgínea.

“Na gestão do presidente Idenor foi feito um grande trabalho de melhoria da gestão; vamos entregar a Câmara muito melhor do que quando assumimos há seis anos. É uma Câmara bem organizada, bem cuidada e com uma gestão que flui muito bem”, afirma o diretor financeiro Geraldo Pereira da Cruz.