Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3000 8699528 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3117 9143472 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3000 8699528 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3117 9143472 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3000 8699528 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3117 9143472 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3000 8699528 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3117 9143472 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Humberto vai para o Incra e Borges assume setor fundiário

Humberto vai para o Incra e Borges assume setor fundiário

 

 

André Nogueira Borges assume setor fuundiiario

André Nogueira Borges assume setor fundiário da Agraer. (Foto: Divulgação).

O comando da área de regularização fundiária em Mato Grosso do sul teve troca de comando este mês. O então gerente do setor de Regularização Fundiária e Cartografia da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Humberto César Mota Maciel, assumiu a Superintendência Regional do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em Mato Grosso do Sul. Para o seu lugar na Agraer foi nomeado o engenheiro agrimensor André Nogueira Borges.

Segundo o diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini, as mudanças tendem a contribuir com o fortalecimento da agricultura familiar no Estado. “O Humberto tem mais de 16 anos de casa, Agraer. Sua experiência e serviços prestados, enquanto profissional de carreira, vão contribuir no diálogo com os movimentos sociais e atendimento dos agricultores familiares”, diz Felini.

“Tenho 23 anos como servidor da Agraer e já desempenhei esse cargo em outro momento da instituição. Assumir o setor é um desafio, mas estou pronto para contribuir com os trabalhos”, declarou o novo gerente da Aglaer, que antes estava alocado na chefia do Setor de Agrimensura e Assentamento.

Já Humberto terá a missão de contribuir com as questões sociais acerca da reforma agrária sul-mato-grossense.

“Ter um servidor estadual atuando em um órgão da União é de grande relevância, pois estreita ainda mais o vínculo entre governo Estadual e Federal. Isso é de fundamental importância para trazer benefícios à sociedade, em especial aos homens e mulheres do campo, assentados e produtores tradicionais”, afirmou Felini.