Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2907 8699504 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.2996 9143448 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2907 8699504 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.2996 9143448 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2907 8699504 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.2996 9143448 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2907 8699504 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.2996 9143448 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

HOSPITALIDADE DE PARATY É UNANIMIDADE ENTRE ESTRANGEIROS

HOSPITALIDADE DE PARATY É UNANIMIDADE ENTRE ESTRANGEIROS

 

Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. no quesito hospitalidade recebeu nota máxima de 100% dos turistas estrangeiros. (Foto: Divulgação).

Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. no quesito hospitalidade recebeu nota máxima de 100% dos turistas estrangeiros. (Foto: Divulgação).

Que o brasileiro é reconhecido como um povo hospitaleiro todo mundo já sabia. A novidade é que, em alguns destinos, a simpatia e o acolhimento foram unanimidade na avaliação dos visitantes. Foi o caso de Paraty, litoral sul do Rio de Janeiro. Lá, o quesito hospitalidade recebeu nota máxima de 100% dos turistas estrangeiros que estiveram na cidade em 2016, segundo pesquisa do Ministério do Turismo.

É a quarta vez, desde 2004, que a cidade fluminense, tombada como Patrimônio Histórico Nacional, tem a hospitalidade aprovada pela totalidade dos visitantes internacionais. Trata-se de um feito único entre os destinos brasileiros avaliados no mesmo período. Paraty, 10º destino brasileiro mais visitado a lazer em 2016, atrai com seu casario colonial repleto de histórias dos ciclos da cana de açúcar e do ouro. Hoje, faz fama também com a Festa Literária Internacional (Flip), evento que atrai turistas de vários países.

A hospitalidade é um dos quesitos da pesquisa de demanda internacional no qual o Brasil faz bonito. Mantém nas alturas, com mais de 90% de avaliações positivas, o jeito de receber nos principais destinos do país. Três municípios de Santa Catarina – Balneário Camboriú e Bombinhas,  empatados, além de Florianópolis – por exemplo, alcançaram a segunda e terceira posições do ranking, com mais de 99,4% de aprovação. Angra dos Reis (RJ), Foz do Iguaçu (PR), Manaus (AM), Porto Alegre (RS) e Armação de Búzios (RJ) também se destacaram como bons anfitriões.

No ano que sediou os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, a hospitalidade do Brasil, como um todo, foi bem avaliada por 98% dos visitantes estrangeiros. O melhor resultado desde 2010.