Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2969 8721800 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3068 9165744 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2969 8721800 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3068 9165744 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2969 8721800 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3068 9165744 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.2969 8721800 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3068 9165744 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Fusões e Aquisições – Destaques da Semana de 06 a 12 de fevereiro de 2017

Fusões e Aquisições – Destaques da Semana de 06 a 12 de fevereiro de 2017

 

fusoes e aquisoes-6-12de17Fusões e Aquisições – Destaques da Semana de 06 a 12 de fevereiro de 2017

 

“Market Movers” – Brasil

 

Movida lança 1º IPO de 2017 e movimenta R$ 645,168 milhões. A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da locadora de carros Movida, controlada pela JSL, movimentou R$ 645,168 milhões, marcando a primeira abertura de capital da bolsa brasileira em 2017.

IPO da Hermes Pardini movimenta R$ 877,68 milhões. A oferta inicial de ações da companhias de diagnósticos mineira marcou a segunda abertura de capital na Bolsa brasileira neste ano.

 

“Market Movers” – Exterior

 

Ford investe US$ 1 bilhão em start-up de inteligência artificial. A Ford anunciou nesta sexta-feira (10) que investirá US$ 1 bilhão em uma start-up de inteligência artificial, a fim de desenvolver um veículo autônomo até 2021. A fabricante de automóveis terá o controle majoritário da Argo AI, uma empresa baseada em Pittsburgh (leste) e fundada no final do ano passado por ex-funcionários do Google e da Uber especializados em carros autônomos. 10/02/2017

Priceline compra Momondo por US$ 550 milhões. O Grupo Priceline, detentor de marcas como Booking, Kayak e Priceline, assinou um acordo definitivo para adquirir o Grupo Momondo em uma negociação avaliada em US$ 550 milhões, cerca de R$ 1,7 bilhão. 08/02/2017

Electrolux compra americana Anova e avança em dispositivos conectados .A fabricante de eletrodomésticos sueca Electrolux, anunciou nesta segunda-feira a compra da americana Anova, por até US$ 250 milhões. 06/02/2017

 

HUMORES & RUMORES

 

M & A – VENDA

 

Mubadala pode comprar fatia do Itaú na Prumo. O fundo Mubadala, de Abu Dhabi, poderá comprar a fatia da Prumo detida pelo Itaú Unibanco, possivelmente após o fechamento de capital que vem sendo capitaneado pela controladora da companhia, o fundo norte-americano EIG.

Controle da usina de Belo Monte é colocado à venda por R$ 10 bilhões. A Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, está à venda. Segundo informações obtidas pelo jornal O Estado de S. Paulo, as empresas que compõem o bloco de controle da Norte Energia, concessionária que administra a usina, já contrataram o Bradesco BBI para buscar potenciais investidores no Brasil e no exterior. A operação também contará com um banco internacional para tocar as negociações de venda da terceira maior hidrelétrica do mundo, atrás apenas da chinesa Three Gorges e de Itaipu Binacional. O que está à venda é a parte das empresas Neoenergia, Cemig, Light, Vale, Sinobras, J. Malucelli e dos fundos de pensão Petros (Petrobrás) e Funcef (Caixa). A participação dessas companhias na Norte Energia é de 50,02%. O valor patrimonial de Belo Monte é estimado em R$ 10 bilhões. O projeto, que só será concluído em 2019, ainda exigirá investimentos de, pelo menos, R$ 5 bilhões.

Sontra Cargo alcança R$ 5 bi em negócios e busca investidores. A Sontra Cargo, plataforma brasileira que conecta caminhoneiros a cargas, alcançou a marca de R$ 5 bilhões em transações e começa a se preparar para buscar investidores para financiar o crescimento do negócio. Em 2015, recebeu o primeiro aporte, no valor de R$ 5 milhões, do fundo norte-americano Valor Capital Group.10/02/2017

Mubadala negocia compra de fatia na Invepar, dizem fontes. Segundo duas das fontes, o Mubadala, com sede em Abu Dhabi, está em negociações avançadas para comprar 24,4% da Invepar. Invepar: um acordo provocaria reformulação do acordo de acionistas entre OAS e os três fundos de pensão que têm uma fatia conjunta de 75,6% da Invepar.

Duratex define venda de terras excedentes. A fabricante de painéis de madeira, louças e metais sanitários Duratex está definindo plano para destinação de suas terras excedentes. Há expectativa que os recursos obtidos com a venda de fazendas superem R$ 100 milhões, mas a companhia não estima quanto poderá levantar ainda em 2017.

Portonave pode ser vendida para ajudar a saldar dívidas da Triunfo Investimentos. Os rumores de que a Portonave está à venda aumentaram nesta semana, com nota emitida pela Triunfo Participações e Investimentos S.A. (TPI) informando a possibilidade de alienar ativos para pagar dívidas. A TPI tem 50% das ações da Portonave e o terminal é seu ativo com maior liquidez — o que tem melhores possibilidades de resultar em um bom negócio. O porto de Navegantes é um dos investimentos mais rentáveis da Triunfo, que tem como principal foco a concessão de rodovias. É o segundo maior movimentador de contêineres do país, atrás apenas do porto de Santos. Responde, sozinho, por 55% da movimentação de contêineres em Santa Catarina e empurra para cima os números do Complexo Portuário, que também integra o porto de Itajaí e outros terminais menores. A TPI não fala em preços, mas no mercado especula-se que as ações da Portonave poderiam ser negociadas por valores que chegam aos 10 dígitos. Um negócio de mais de R$ 1 bilhão.

Disponível para aquisição, Ilhéus Praia Hotel (BA) deve trocar de administração nos próximos meses. Inaugurado em 1981 e localizado na área central do destino baiano mais notável na obra do escritor Jorge Amado, o Ilhéus Praia Hotel está em suas últimas semanas sob a atual gestão. O meio de hospedagem está em trâmite de venda e, nos próximos meses, deve estar em novas mãos. O empreendimento conta com 61 apartamentos, que têm entre 19 e 50 m², restaurante de gastronomia regional, bar e sala de convenções para até cem pessoas. Tudo num prédio localizado ao lado do Teatro Municipal da cidade.

Kroton pode ser obrigada a vender Uniderp e outros ativos. Após a Superintendência Geral (SG) do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) emitir um duro parecer sobre a fusão entre Kroton e Estácio, especialistas já consideram que as companhias terão que oferecer ativos de maior valor para conseguir aprovar a transação. 07/02/2017

Triunfo anuncia venda de ativos. O grupo de concessões de infraestrutura Triunfo Participações e Investimentos (TPI) anunciou ontem que avalia a possibilidade de alienar ativos com objetivo de reduzir seu endividamento e de suas controladas. Segundo o Valor apurou, são potenciais alvos de venda a Portonave ­ terminal privado de contêineres em Navegantes (SC), no qual tem 50%, e é o ativo mais líquido do grupo ­? o aeroporto de Viracopos? o terreno em Santos onde seria construído um terminal privado? e a fatia na Tijoá ­ concessionária responsável pela operação da hidrelétrica de Três Irmãos. Todos ativos à margem de seu principal negócio que são as concessões rodoviárias.

 

M & A – COMPRA

 

JCDecaux pode comprar Otima. Empresa francesa, segundo a Folha de S.Paulo, pagaria R$ 60 milhões e assumiria dívida de R$ 250 milhões. Considerada a maior empresa de mobiliário urbano do mundo, a francesa JCDecaux pode estar prestes a concluir uma negociação para comprar a Otima, empresa do grupo Odebrecht, que comercializa publicidade em abrigos de ônibus e outros pontos de mídia exterior em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A informação é  do jornal Folha de S. Paulo.

Sul América negocia compra da Golden Cross. Carteira de planos individuais e familiares da Golden Cross foi vendida, há três anos, para a Unimed Rio. A SulAmérica está negociando a compra da operadora de saúde Golden Cross. A operadora de saúde tem cerca de 500 000 clientes. A Golden Cross opera apenas planos corporativos. A carteira de planos individuais e familiares foi vendida, há três anos, para a Unimed Rio.

Itaúsa negocia participar da compra de empresa da Petrobras. Itausa quer entrar no consórcio com a Brookfield que vai comprar a Nova Transportadora Sudeste da Petrobras Petrobras: aquisição deve ser avaliada em até US$ 520 milhões. A Itausa negocia com a Brookfield Asset Management para participar do consórcio que vai adquirir a empresa de gás natural da Petrobras, segundo 4 pessoas com conhecimento direto do assunto.

 

PRIVATE EQUITY

 

Advent e CVC querem Via Varejo. Os fundos Advent e CVC, que têm à frente os irmãos Patrice e Jean Marc Etlin, respectivamente, estariam se preparando para avaliar a possível compra da Via Varejo, do Grupo Pão de Açúcar (GPA). O processo de venda da empresa, dona das marcas Casas Bahia e Pontofrio, está avançando e espera-se que ofertas não vinculantes sejam recebidas já em março. Interessados HSBC, Rothschild e Santander assessoram a venda da Via Varejo, que tem ainda outros interessados entre fundos de private equity e investidores estratégicos. Desde o início do processo de venda do controle, houve conversas com grandes redes, como Lojas Americanas e a chilena Falabella.

Após 55 anos no setor, dono da Cyrela vai partir para outra. Depois de dedicar mais de meio século ao setor de construção, Elie Horn quer partir para novos negócios — e vai começar pelo segmento de saúde. Horn reuniu recursos da família em um fundo que busca negócios em diversos setores — exceto o imobiliário. A primeira aquisição, já se sabe, será uma empresa do segmento de saúde.  O primeiro investimento do novo fundo está prestes a ser fechado e, segundo EXAME apurou, deverá ser na área hospitalar. Mas os dois já estão de olho em outras possibilidades, como clínicas populares.  O tamanho do fundo não é revelado, mas já larga com centenas de milhões de reais e pode receber mais recursos à medida que novas oportunidades apareçam. Os investimentos poderão ser fechados em conjunto com outros fundos de private equity ou com dinheiro de outras famílias.

 

IPO

 

Oferta pública da XP vai movimentar até R$ 4 bi. Operação será feita até o início do segundo semestre. O J.P Morgan vai coordenar a oferta pública de ações da XP, uma operação entre 3 e 4 bilhões de reais, que será feita até agosto. BBA, Morgan Stanley e BTG completam a lista de bancos.

IPO da Hermes Pardini movimenta R$ 877,68 milhões. A oferta inicial de ações da companhias de diagnósticos mineira marcou a segunda abertura de capital na Bolsa brasileira neste ano. A companhia de diagnósticos mineira Hermes Pardini confirmou nesta sexta-feira, 10, que sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) movimentou R$ 877,668 milhões, marcando a segunda abertura de capital neste ano na Bolsa brasileira. A ação ficou em R$ 19, como já havia antecipado ontem a Coluna do Broad, um pouco acima do piso proposto.

Unidas cancela IPO por condições desfavoráveis de mercado. A empresa de aluguel de veículos Unidas cancelou o pedido de registro para sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), prevista para ser precificada nesta sexta-feira (10), citando condições desfavoráveis de mercado.

Movida realiza primeiro IPO de 2017. A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Movida, a primeira de 2017, deve marcar a retomada do mercado de capitais no Brasil, que passou por um longo período com fraca atividade. Para o diretor presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, diante do ajuste fiscal e com mais confiança, o crescimento das empresas brasileiras passará pela Bolsa de Valores, onde elas terão onde realizar suas captações. Em cerimônia realizada ontem, o executivo disse que acredita que o Brasil passará por um “choque de capitalismo” e que, neste sentido, a Bolsa deve retomar uma de suas atividades principais, que é viabilizar as captações para as empresas. “Um país forte não existe sem mercado de capitais”, disse. A Movida movimentou em sua abertura de capital R$ 645 milhões, mas teve que reduzir o valor da faixa indicativa de preço por ação para atrair os investidores. Nesta semana precificam seus IPOs ainda a Unidas, concorrente no setor de locação de veículos, e a Hermes Pardini, do setor de diagnóstico médico. Em 2016 houve apenas um IPO na bolsa brasileira.

Companhia Energética Sinop registra pedido de abertura de capital. A Companhia Energética Sinop (CES), responsável pela Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop, no Mato Grosso, registrou junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no início deste mês, um pedido para abertura de capital. A CES é uma sociedade de propósito específico (SPE) formada por três acionistas: a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), a Électricité de France (EDF) Brasil e a Centrais Elétricas do Norte do Brasil (Eletronorte).

Azul vai tentar fazer IPOs no Brasil e nos EUA. A companhia aérea Azul tentará, pela quarta vez, abrir seu capital. A empresa quer fazer dupla listagem, ou seja, na BM&FBovespa e na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse). A intenção de abrir capital neste ano foi antecipada pela ‘coluna do Broad’, do Grupo Estado, em dezembro.

Notredame Intermédica busca IPO de R$ 1 bilhão. A Notredame Intermédica quer lançar uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de R$ 1 bilhão neste ano. Para isso, já contratou o sindicato de bancos de investimentos que vão estruturar a captação: Bradesco BBI, Itaú BBA, JPMorgan, Credit Suisse, Morgan Stanley e UBS. O fundo norte-americano Bain Capital assumiu o controle do grupo em 2014. Procurada, a operadora de planos de saúde diz não comentar especulações de mercado.

Retomada de IPOs pode movimentar R$ 7 bi. Se IPOs tiverem sucesso, sinal será positivo para outras companhias. Depois de um longo período de vacas magras, esta semana promete ser mais agitada para o mercado de capitais. Em um espaço de quatro dias, três ofertas públicas de ações (IPOs, na sigla em inglês) serão precificadas e haverá uma oferta subsequente de ações (conhecida como “follow on”). Juntas, essas operações podem movimentar cerca de R$ 7 bilhões. Hoje, a Movida, da JSL, precifica suas ações – o que poderá marcar a primeira estreia de companhia na bolsa brasileira neste ano.

 

RELAÇÃO DAS TRANSAÇÕES

 

PetroRio conclui compra do controle da Brasoil do Brasil. A PetroRio concluiu nesta sexta-feira a compra de 100% do capital votante da Brasoil do Brasil Exploração Petrolífera, informou a empresa. De acordo com o aviso ao mercado, após o término dos prazos para o exercício do direito de venda conjunta (“tag along”) pelos demais investidores da Brasoil, a PetroRio recebeu a informação de total aderência desses acionistas aos termos já acordados para a aquisição.10/02/2017

AGCO faz oferta para comprar a Kepler. A multinacional americana AGCO, uma das maiores fabricantes de máquinas agrícolas AGCO do mundo, dona de marca Massey Ferguson, anunciou na noite de ontem uma oferta de R$ 578,9 milhões (US$ 185 milhões) para adquirir a gaúcha Kepler Weber, tradicional fabricante de silos e equipamentos para armazenagem de grãos. A Kepler Weber está listada na BM&FBovespa. Em comunicado ao mercado, a AGCO informou que já chegou a um acordo com os dois maiores acionistas da Kepler Weber, a Previ e a Banco do Brasil Investimentos, subsidiária do Banco do Brasil. Juntos, esses dois acionistas têm participação de 35% no capital da companhia gaúcha. Depois de fechar acordo com os dois acionistas, a AGCO informou que fará uma proposta para adquirir a totalidade das ações da Kepler Weber. O negócio só será efetivado se a AGCO obtiver 65% do capital votante da empresa brasileira. A intenção da multinacional americana é fechar o capital da Kepler Weber. A oferta, equivalente a R$ 22 por ação (US$ 7,03), representa um prêmio de 25,7% sobre o preço de fechamento das ações da Kepler Weber no pregão de ontem da BM&FBovespa e de 24,3% sobre a média da cotação dos papéis da empresa nos últimos três meses. 10/02/2017

IPO da Hermes Pardini movimenta R$ 877,68 milhões. A oferta inicial de ações da companhias de diagnósticos mineira marcou a segunda abertura de capital na Bolsa brasileira neste ano. A companhia de diagnósticos mineira Hermes Pardini confirmou nesta sexta-feira, 10, que sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) movimentou R$ 877,668 milhões, marcando a segunda abertura de capital neste ano na Bolsa brasileira. A ação ficou em R$ 19, como já havia antecipado ontem a Coluna do Broad, um pouco acima do piso proposto.10/02/2017

AX4B compra Basis IT e entra em SAP. A paulista AX4B, especialista em plataformas da Microsoft, acaba de adquirir a Basis IT, uma consultoria de Porto Alegre especializada em administração de ambientes SAP Netweaver e Basis. O valor do negócio não foi revelado. Com a aquisição, a AX4B pretende colocar o pé no mercado SAP, focando inicialmente em projetos com um viés mais técnico, como migração de clientes da base da multinacional alemã para o novo novo software de gestão S/4. No começo do ano, a companhia reforçou seu lado de licenciamento Microsoft com a compra da  integradora de sistemas Gripho por R$ 4 milhões. A Basis IT é formada por um time técnico experiente, com cerca de 20 funcionários. A AX4B fechou o ano de 2016 com faturamento de R$ 30 milhões, alta de 20% em relação ao valor conquistado em 2015, com 120 funcionários 09/02/2017

BrasilAgro compra área no Maranhão por R$ 100 milhões. Ainda que a euforia em relação ao “Matopiba” – região de confluência entre os Estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia – tenha sido prejudicada pelas frustrações de safra das últimas temporadas, a BrasilAgro decidiu investir no Maranhão. A companhia focada no desenvolvimento de terras agrícolas, que encerrou o segundo trimestre de seu atual exercício com 194,9 mil hectares no Brasil e no Paraguai, anunciou ontem a aquisição, por R$ 100 milhões, de 17,6 mil hectares de terras no município de São Raimundo das Mangabeiras, no sul do Estado. Dessa área adquirida, 10 mil hectares são terras agricultáveis. Além da compra, a empresa fechou uma parceria agrícola em uma área de 15 mil hectares para produção de cana. As terras fazem parte da Fazenda São José, localizada no mesmo município. 08/02/2017

A americana Hubbell adquire GTMS Equipamentos Elétricos. A americana Hubbell Inc. (“Hubbell”) adquire GTMS Equipamentos Elétricos Ltda. (“GTMS”). Esta aquisição representa um novo marco para a Hubbell no Brasil, reforçando a aposta de crescimento e investimento da multinacional no país. Os termos da aquisição serão mantidos em sigilo. Sobre a GTMS – Fundada em 2007 por um grupo de engenheiros elétricos e mecânicos em Curitiba-PR, a GTMS conta com profissionais experientes e qualificados na área de sistemas elétricos de potência onde atua projetando, fabricando e fornecendo secionadores de média e alta tensão, variando de 15 kV até 245 kV. A GTMS atende a um crescente grupo de clientes na área de geração, transmissão e distribuição de energia, além de grandes grupos de engenharia que prestam serviços para as concessionárias. 31/01/2017

Pismo recebe aporte da Redpoint. A Pismo, fornecedora de uma plataforma para processamento de meios de pagamentos no modelo como serviço, recebeu um aporte Series A da Redpoint eventures. Além do aporte, Romero Rodrigues, sócio da Redpoint, entra para o conselho da Pismo. O foco do investimento é aumentar a performance da plataforma e suportar o crescimento na demanda pelo serviço. Nos últimos meses, a Pismo registrou aumento por empresas interessadas na solução para processar o pagamento com cartões. Aportes Série A costumam representar o primeiro grande investimento de uma empresa. Nos Estados Unidos, um aporte Series A tipicamente aloca recursos na faixa de US$ 2 milhões a US$ 10 milhões para a compra de 10% a 30% da empresa. 07/02/2017

Grupo RCO adquire fabricante de autobetoneiras que detém 35% do mercado. Grupo RCO adquire fabricante de autobetoneiras que detém 35% do mercado e planeja triplicar faturamento em dois anos. Com otimização fabril, empresa manterá a produção de gruas e autobetoneiras da recém-adquirida SITI e ainda ampliará em mais de 50% a produção de centrais de concreto e silos verticais e horizontais para o mercado latino-americano. Com as novas estruturas, a expansão de negócios para a América Latina e o crescimento constante dos negócios do Grupo RCO tanto no mercado de concreto quanto no de equipamentos para a indústria de pneus, a projeção é que a empresa ultrapasse o faturamento de R$ 140 milhões já em 2018. Isso representaria praticamente o triplo do que as operações em questão faturaram em 2015. “Somente a SITI, cuja atuação é sólida no mercado nacional há 40 anos, já teve picos de faturamento anual de R$ 100 milhões em 2012.  07/02/2017

BPN Brasil vendido à Crefipar por 13 milhões de euros. Valor da transação corresponderá ao valor dos capitais próprios nessa data, acrescido de um ágio de 2 milhões de euros, sendo o valor de referência dos capitais próprios (de 30 de Novembro de 2016) era de 11,03 milhões, diz o comunicado da Parparticipadas. A Parparticipadas, SGPS, informou que foi hoje celebrado acordo destinado à venda da totalidade da sua participação de 93,65% no capital social da Sociedade BPN Participações Brasil (sociedade holding que detém uma participação de 99,99% no Banco BPN Brasil). O valor da transacção corresponderá ao valor dos capitais próprios nessa data, acrescido de um ágio de 2 milhões de euros, sendo o valor de referência dos capitais próprios (de 30 de Novembro de 2016) era de  11,03 milhões. Ou seja a venda, segundos estes valores de referência é feita por 13,o3 milhões de euros.06/02/2017

Sueca Maha Energy investe para ampliar presença no país . A sueca Maha Energy vai investir US$ 35 milhões (R$ 109 milhões) para fortalecer sua presença no Brasil.  Após comprar o campo de Tartaruga, na Bacia Sergipe-Alagoas, no ano passado, a petroleira anunciou a aquisição dos ativos da canadense Gran Tierra no país. Com o negócio, a companhia passa a deter 100% de participação de seis concessões 07/02/2017

Movida lança 1º IPO de 2017 e movimenta R$ 645,168 milhões. A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da locadora de carros Movida, controlada pela JSL, movimentou R$ 645,168 milhões, marcando a primeira abertura de capital da bolsa brasileira em 2017. A ação foi precificada em R$ 7,50, abaixo da faixa indicativa inicial, que era de R$ 8,90 e R$ 11,30. Após a redução de preço, a demanda teria ficado em cerca de 1,3 vez a oferta, ou seja, ainda baixa. Do total da oferta da Movida, R$ 535,9 milhões irão para o caixa da companhia e serão utilizados, conforme o prospecto, para a estrutura de capital e reforço de liquidez e para crescimento, e o restante para o acionista vendedor.  06/02/2017

 

Fonte: http://fusoesaquisicoes.blogspot.com.br