Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3001 8727624 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3108 9170576 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3001 8727624 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3108 9170576 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3001 8727624 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3108 9170576 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3001 8727624 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3108 9170576 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Fusões e Aquisições – Destaques da Semana de 04 a 10/set/2017

Fusões e Aquisições – Destaques da Semana de 04 a 10/set/2017

 

Anunciadas 13 operações de Fusões e Aquisições com destaque pela imprensa na semana de 04 a 10/set/2017.  Envolvem direta ou indiretamente empresas brasileiras de 9 setores. (Imagem: Divulgação).

Anunciadas 13 operações de Fusões e Aquisições com destaque pela imprensa na semana de 04 a 10/set/2017. Envolvem direta ou indiretamente empresas brasileiras de 9 setores. (Imagem: Divulgação).

NEGÓCIOS DA SEMANA


“Market Movers” – Brasil

  • Terminal de Paranaguá é vendido por R$ 2,9 bi. Após mais de um ano de negociações, a estatal chinesa China Merchants Port Holding (CMPorts) comprou 90% do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) e a empresa de serviços logísticos TCP Log, por R$ 2,9 bilhões (US$ 925 milhões). 04/09/2017

“Market Movers” – Exterior

  • John Deere compra startup de agricultura inteligente por US$ 305 milhões. Esta semana, a gigante dos maquinários agrícolas John Deere decidiu investir US$ 305 milhões na aquisição startup Blue River Technology. 08/09/2017
  • Chinesa compra 14% da petroleira russa Rosneft por US$ 9 bilhões. O valor de mercado da Rosneft está em torno de US$ 57 bilhões e o acordo representa um dos maiores investimentos da China na Rússia. O conglomerado chinês CEFC comprará uma participação de 14,16% na petroleira russa Rosneft por US$ 9,1 bilhões, em negócio fechado junto a um consórcio entre a Glencore e a Autoridade de Investimentos do Catar, fortalecendo a parceria energética entre Moscou e Pequim. 08/09/2017
  • Unilever compra marca de chás orgânicos. Pukka Herbs é a mais recente aquisição da Unilever. Trata-se de uma empresa de chás orgânicos, fundada em 2001, cujo portefólio é produzido recorrendo exclusivamente a ingredientes 100% certificados e eticamente recolhidos da natureza. Em comunicado, a Unilever refere que a filosofia da Pukka Herbs está em linha com o plano de sustentabilidade do grupo. «Ambos acreditamos no negócio como força motriz para algo bom na sociedade», refere Kevin Havelock, Refreshment Category president na Unilever. 07/09/2017
  • Aveva firma acordo de fusão de 3 bilhões de libras com francesa Schneider. A francesa Schneider Electric assumirá uma fatia de 60 por cento da britânica Aveva após as duas terem concordado em se unir na terceira tentativa de fusão, criando uma empresa de softwares avaliada em cerca de 3 bilhões de libras (3,9 bilhões de dólares). Jean-Pascal Tricoire, presidente do conselho e presidente-executivo da Schneider Electric, disse que a companhia combinada estaria melhor colocada para atender uma ampla gama de indústrias e sua capacidade aprimorada também beneficiaria os investidores. 05/09/2017
  • United Technologies fecha a compra da Rockwell Collins por US$ 23 bi. O acordo é considerado um dos maiores da história da aviação. A United Technologies Corp. acertou a compra da Rockwell Collins. Inc. por US$ 23 bilhões. A United vai pagar US$ 140 por ação, o que representa um prêmio de 18% pelos papéis da Rockwell Collins negociados no pregão desta segunda-feira. A Rockwell Collins, que fabrica cockpit e sistemas de comunicação. A United Technologies, por sua vez, produz motores para jatos. 04/09/2017

HUMORES & RUMORES

M & A – VENDA

  • Petrobras divulga “teaser” de venda de fatia de 90% na Transportadora Associada de Gás. A Petrobras informou nesta terça-feira que iniciou o processo de divulgação da oportunidade de venda (“teaser”) de 90 por cento da sua participação acionária na Transportadora Associada de Gás (TAG), subsidiária integral da estatal. A TAG atua no setor de transporte de gás natural, detendo atualmente autorizações de longo prazo para operar e administrar um sistema de gasodutos de cerca de 4,5 mil km de extensão, localizados principalmente nas regiões Norte e Nordeste do Brasil.05/09/2017
  • Advent quer vender faculdades Serra Gaúcha e Cesuca. A gestora de fundos de private equity Advent está negociando a venda do Grupo FSG, empresa que reúne o Centro Universitário da Serra Gaúcha e a Faculdade Cesuca, ambos no Rio Grande  do Sul, por cerca de R$ 280 milhões segundo o Valor apurou.  05/09/2017
  • Petrobras inicia venda da Braskem até o fim do ano. A Petrobras está trabalhando para iniciar o processo de venda de sua participação na Braskem ainda em 2017, apurou o Valor. Segundo fontes a par das negociações, a Odebrecht e a estatal, que são co-controladoras da petroquímica, têm avançado nas conversas acerca de um novo acordo de acionistas, fundamental para que a operação vá adiante, e estão comprometidas a chegar a um consenso até o fim do ano. Entre as alternativas em estudo, existe a possibilidade de o novo acordo ser formalizado em duas etapas, modelo que agradaria sobretudo à Odebrecht. Num primeiro momento, antes da chegada de um ou mais novos sócios, o grupo privado cede determinados direitos que possam tornar mais atrativa a fatia da Petrobras. Mas os termos finais dependeriam de uma negociação entre a estatal, a Odebrecht e o investidor ou empresa já habilitado à compra da participação.  04/09/2017

M & A – COMPRA

  • Banco Clássico negocia compra da fatia da Andrade Gutierrez na Cemig, diz fonte. Construtora pode levantar cerca de R$ 1,4 bilhão com a venda da participação na companhia elétrica mineira. O banco de investimentos Banco Clássico está em conversas avançadas para comprar a fatia de cerca de 20% das ações com direito a voto que a Andrade Gutierrez detém na elétrica mineira Cemig, disse à Reuters uma fonte com conhecimento direto do assunto nesta sexta-feira. Segundo a fonte, a Andrade Gutierrez pode levantar cerca de R$ 1,4 bilhão com a venda da participação na Cemig, uma das maiores empresas de eletricidade do país. . 08/09/2017
  • Pottencial atrai 19 interessados e recebe não-vinculante até o fim do mês. A seguradora mineira Pottencial atraiu 19 interessados para seu processo de venda, assessorado pelo Credit Suisse. O prazo para assinatura dos contratos de não divulgação, acordo em que as partes se comprometem a manter as informações sob sigilo, terminou na semana passada. Dos potenciais interessados, metade são fundos de private equity, que compram participações em empresas.07/09/2017
  • Fatia da GP Investimentos na Centauro pode ir para as mãos da Netshoes. A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) pode ser o caminho que a varejista Centauro, de artigos esportivos, já está trilhando, mas a aposta no mercado é de que a fatia detida pela GP Investimentos mude de mãos e vá para a Netshoes, que abriu capital na bolsa de Nova York neste ano. O negócio, de fato, faria sentido. Até porque, ao menos até o momento, as tratativas para a Netshoes adquirir a rival Dafiti não avançaram. Procurada, a Centauro diz que “a informação não tem procedência”.  06/09/2017
  • Rumo avalia aumento de capital e possível oferta de ações. A Rumo estuda aumento de capital e possível oferta de ações. O assunto será tema de assembleia geral extraordinária no dia 21 de setembro próximo. O tema da AGE é proposta de aumento do capital autorizado, em um “momento em que acionista controlador, Cosan Logística S.A., e a administração da Companhia estão analisando uma possível capitalização da Companhia, por meio de uma oferta pública de ações”, conforme fato relevante divulgado nesta quarta-feira, 6. 06/09/2017
  • Empresas do Brasil voltam a ser compradoras em fusões, aquisições. As empresas brasileiras voltaram a ser compradoras no mercado de fusões e aquisições à medida que a queda da taxa básica de juros reduz o retorno de aplicações financeiras e os escândalos corporativos forçam a venda de cobiçados ativos. Operações em que empresas domésticas foram compradoras representam 39% do total de US$ 36,4 bilhões em fusões e aquisições no Brasil do início deste ano até 4 de setembro. Em 2016, este percentual era de 25%, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.05/09/2017

PRIVATE EQUITY

  • Vinci será parceira do Mubadala na Invepar. Próximo de adquirir mais da metade do capital social da holding de infraestrutura Invepar, o fundo soberano de Abu Dhabi, Mubadala, trouxe o grupo francês Vinci para compor o novo bloco de controle. Os fundos de pensão Previ, Petros e Funcef – com 75,6% da holding – contam com uma proposta vinculante que envolve aporte de cerca de R$ 1 bilhão na companhia, diluindo suas posições. Pelos termos negociados por ora, não deve haver compra direta das ações detidas pelos fundos acionistas…  06/09/2017

IPO

  • Ofertas de ações podem alcançar R$ 40 bi no ano. Um volume de até R$ 15 bilhões em emissões de ações já está engatilhado nos bancos de investimento para ocorrer ainda este ano. Se confirmado, 2017 somará cerca de R$ 40 bilhões, registrando o melhor ano para esse tipo de operação desde 2009. Exclui-se da conta o ano de 2010, marcado pela mega capitalização da Petrobrás, de R$ 120 bilhões, que distorce os números daquele período. Algumas companhias que vislumbram o mercado de capitais para captação via oferta de ações estão acelerando os preparativos para realizarem as emissões o mais rápido possível, de forma a evitarem as incertezas que podem surgir quando a agenda eleitoral ganhar a cena, no ano que vem. Outro fator que desponta como preocupação é o ajuste fiscal, visto que já está certo que o próximo governo terá de retomar essa pauta.10/09/2017
  • Acionistas do Burger King no Brasil estudam IPO, dizem fontes. Os acionistas do Burger King no Brasil estudam fazer a abertura de capital da rede de lanchonetes na Bolsa de Valores, segundo fontes com conhecimento do assunto. Nas últimas semanas, bancos de investimentos apresentaram ao Burger King alguns estudos sobre o IPO da rede….  06/09/2017
  • Camargo Corrêa vai fazer IPO da Loma Negra em NY. O grupo empresarial Camargo Corrêa entrou ontem com pedido de abertura de capital da cimenteira Loma Negra, da Argentina, na Bolsa de Nova York. O prospecto foi protocolado no início da noite na Securities and Exchange Comission (SEC), a CVM americana. Além do mercado de capitais americano, a oferta de papéis será estendida na bolsa argentina, segundo informaram fontes a par da operação… 06/09/2017
  • XP quer comprar a Icatu, que prepara IPO. A XP Investimentos demonstrou interesse em comprar a Icatu Seguros e fez uma abordagem junto à família Almeida Braga, dona da seguradora carioca. Se os dois lados chegarem a um acordo, esta será a primeira aquisição da XP depois de vender parte de seu capital para o Itaú Unibanco. A Icatu — uma marca forte no Rio mas menos conhecida em São Paulo — é a líder entre as seguradoras independentes (não ligadas a bancos de varejo) no mercado brasileiro de vida e previdência. Se comprar a Icatu, a XP estaria levando 5,5 milhões de clientes e fundos que administram mais de R$ 15 bilhões. Em 2016, a Icatu faturou R$ 2,3 bilhões, o mesmo que no ano anterior. O lucro foi de R$ 266 milhões, 23% a mais que o de 2015. 05/09/2017
  • Após reestruturar dívida, Centauro parte para IPO. A Centauro, varejista de produtos esportivos, está acelerando os passos para abrir capital. A companhia, que encerrou o processo de reestruturação de uma dívida de mais de R$ 300 milhões, já está selecionando bancos de investimento para conduzir sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Devem integrar o grupo os atuais credores como Itaú Unibanco, Bradesco e Banco do Brasil, além de outros players. A oferta da Centauro deve ser primária e secundária. Assim, além de injetar dinheiro novo em caixa, possibilitando o pagamento de dívidas, serviria ainda para a saída da GP Investimentos. A reestruturação da dívida da Centauro se concentrou justamente nos principais credores – Itaú, Bradesco e BB –, o que foi considerado suficiente para restabelecer a saúde financeira da varejista.05/09/2017
  • Investidor estrangeiro retorna e fica com a maior fatia dos IPOs. Depois de ficarem mais distantes das companhias estreantes na bolsa de valores após a retomada das ofertas de ações no ano passado, os investidores estrangeiros voltaram a comprar papéis em IPOs no Brasil com mais força. Essa procura tem animado mais empresas, como Camil e Neoenergia, a listar seus papéis. A partir da estreia da companhia aérea Azul em abril deste ano, os investidores de fora do país abocanharam pelo menos 65% das ações vendidas em IPOs (oferta pública inicial, na sigla em inglês) por quatro empresas, contra um patamar anterior de 40%. A exceção ficou por conta da Omega Geração, que só conseguiu vender 24,8% dos seus papéis para estrangeiros em julho, depois de ter de reduzir o preço de suas ações diante da demanda fraca. Os números da representatividade dos estrangeiros nos IPOs constam nos anúncios de encerramento das operações divulgados pelas empresas.05/09/2017

RELAÇÃO DAS TRANSAÇÕES

  • Usina biológica. A Vapor Energia, empresa de geração de energia a partir de biomassa, recebeu um investimento de R$ 200 milhões do fundo de private equity DMI. A ideia construir e operar usinas dentro de indústrias, tanto para gerar energia quanto para utilizar o vapor como insumo em processos produtivos – que hoje recorrem queima de óleo combustível ou carvão. Os recursos deverão ser utilizados nos próximos dois anos. O investimento por projeto depende da estrutura da indústria – a empresa pode construir do zero ou adquirir equipamentos já existentes. 10/09/2017
  • Magnesita fecha acordo com Intocast AG para vender negócios de tijolos. A Magnesita Refratários acertou a venda de seus negócios relacionados à produção e fornecimento de tijolos de magnésia carbono produzidos em Oberhausen, na Alemanha, para a Intocast AG, por 20,3 milhões de euros. A empresa brasileira prevê que a transação seja concluída no quarto trimestre deste ano. A operação está relacionada à fusão das operações da Magnesita com a austríaca RHI, anunciada ao mercado em 5 de outubro de 2016 e antecipada pelo Valor. A RHI fez um acordo para comprar, no mínimo, 46% do capital votante da empresa . 08/09/2017
  • Inseed investe R$ 4,5 milhões em duas startups brasileiras. A Inseed Investimentos foi uma das primeiras gestoras de recursos a surgir no Brasil com foco em investir em startups em estágio inicial. O Inseed, fundo de investimentos em pequenas empresas com alto potencial de crescimento, acaba de fechar dois aportes em startups brasileiras no valor total 4,5 milhões de reais. Ambas cariocas, a DeviceLab receberá 2,3 milhões de reais para ampliar sua atuação na área de testes de navegação de sites e aplicativos de grandes empresas em smartphones e tablets. Tem como clientes Globosat e Cielo.  Já a Decision6, que oferece soluções de inteligência de vendas para o varejo, com base no fluxo de pessoas nas lojas, receberá 2 milhões de reais do fundo para contratar mais funcionários e se internacionalizar. Também do Rio de Janeiro, atende marcas como Boticário, Shoulder, My Place e Arezzo. O Criatec 3 tem 230 milhões de reais sob gestão para fazer 36 investimentos em startups em estágio inicial até 2020. O dinheiro foi captado junto a bancos de desenvolvimento, agências de fomento estaduais, corporações e investidores privados brasileiros. A DeviceLab e a Decision6 foram segundo e terceiro investimento do fundo. A primeira, Chip Inside, especializada no monitoramento do comportamento e do ciclo reprodutivo do gado de leite, de Santa Maria (RS) recebeu 2 milhões de reais em abril deste ano. A Inseed Investimentos foi uma das primeiras gestoras de recursos a surgir no Brasil com foco em investir em startups em estágio inicial. Com 485 milhões de reais sob gestão em três fundos, já fez aportes em 49 companhias em estágio inicial nos últimos 14 anos. Dessas, 21 já foram vendidas, dando uma retorno médio de 25% ao ano aos cotistas dos fundos.  07/09/2017
  • Chilena Arauco firma acordo para comprar ativos da Masisa no Brasil por US$102,8 mi. O grupo florestal chileno Arauco informou nesta sexta-feira que chegou a um acordo para adquirir os complexos industriais da Masisa no Brasil, em uma transação avaliada em 102,8 milhões de dólares que permitirá à empresa se consolidar como segundo maior produtor mundial de placas do mundo. O acordo da Arauco, divisão florestal da Copec, prevê a aquisição de fábricas localizadas em Ponta Grossa, no Paraná, e Montenegro, no Rio Grande do Sul, fazendo parte do plano de desinvestimento da Masisa no Brasil.08/09/2017
  • Poppin recebe aporte de R$ 1 milhão. O Poppin, aplicativo de relacionamento que conecta pessoas que vão estar nos mesmos eventos, acaba de receber um aporte de R$ 1 milhão. A empresa vai investir o montante na expansão do app no mercado nacional e no desenvolvimento de produto. Com mais de 200 mil usuários conquistados desde o seu lançamento, em junho de 2016, o Poppin se diferencia de outras plataformas de relacionamento que utilizam o sistema de geolocalização para mostrar perfis nas proximidades, pois usa eventos para aproximar pessoas.06/09/2017
  • Nuvem Shop recebe R$ 24 milhões. A Nuvem Shop, que oferece plataformas de e-commerce para micro, pequenas e médias empresas, recebeu um novo aporte de R$ 24 milhões. De acordo com a Exame, o investimento foi liderado pelo Elevar Equity, fundo com sedes em Bangalore (Índia), Bogotá (Colômbia) e Seattle (Estados Unidos). Os grupos KaszeK Ventures e Ignia Partners completam o aporte. Com isso, as metas do negócio são ultrapassar 100 mil clientes atendidos e chegar a R$ 100 milhões em faturamento nos próximos anos. Até o fim deste ano, a Nuvem Shop deve faturar R$ 15 milhões. 06/09/2017
  • Fundo de singapura investe US$ 30 mi em consultoria brasileira. A Neoway pretende usar os recursos para abrir escritórios na América Latina e ampliar a atuação internacional. O fundo Temasek, de Singapura, investiu 30 milhões de dólares na Neoway, empresa brasileira de consultoria e análise de dados. É a terceira rodada de investimentos da empresa, que pretende usar os recursos para abrir escritórios na América Latina e ampliar a atuação internacional. 06/09/2017
  • Empresário mineiro assume controle do Máxima. O empresário mineiro Daniel Vorcaro, investidor que adquiriu uma participação minoritária no Banco Máxima no fim do ano passado, vai assumir o controle da instituição. Ele se comprometeu a injetar mais R$ 75 milhões em dinheiro novo no banco, que desde o ano passado opera com capital abaixo do mínimo regulatório. O plano inclui ainda a captação de mais R$ 50 milhões de investidores via dívida subordinada. A entrada de Vorcaro, empresário ligado ao ramo imobiliário, no capital do Máxima foi homologada no mês passado pelo Banco Central. Ele concordou em investir inicialmente R$ 25 milhões por uma participação de 35% na instituição. O plano original, que previa a injeção de mais dinheiro e a entrada de um novo time de executivos em uma segunda fase, foi antecipado a pedido do BC, segundo o executivo. 06/09/2017
  • NotreDame Intermédica compra Grupo Cruzeiro do Sul, em Osasco. A operadora de saúde NotreDame Intermédica anunciou a assinatura de um acordo para compra do Grupo Cruzeiro do Sul, rede detentora de um hospital privado em Osasco e que opera um plano de saúde próprio com 54 mil vidas. O Cruzeiro do Sul é dono ainda de seis centros clínicos, um pronto-socorro e um laboratório de análises clínicas. 05/09/2017
  • Wizard vende 20% da Taco Bell para ex-dono da Niely. O empresário Carlos Wizard Martins vendeu 20% de sua participação na rede de restaurantes Taco Bell no país para Daniel de Jesus, fundador e ex-sócio da fabricante de cosméticos Niely. Com a operação, Martins e seus filhos, Charles e Lincoln, reduziram a posição no negócio para 80%. O acordo foi assinado ontem. 05/09/2017
  • Exchange NegocieCoins é comprada pelo Bitcoin Banco Cryptocurrency. Exchange NegocieCoins é comprada pelo Bitcoin Banco Cryptocurrency. Na última sexta-feira, o Bitcoin Banco Cryptocurrency (BBC), empresa sediada em Curitiba, anunciou em seu site a compra da exchange NegocieCoins, atualmente a 5ª maior exchange do mercado brasileiro. A aquisição foi anunciada via comunicado no site oficial das duas empresas. O analista de inteligência de negócios do BBC conversou com o Criptomoedas Fácil sobre a aquisição. Segundo Nicholas Leviski, a aquisição foi feita devido à necessidade da empresa obter uma exchange, e também para eliminar a necessidade de construção de uma plataforma do zero ou depender de outra empresa e carteira, sendo esse um dos objetivos de curto prazo da empresa.03/09/2017
  • Terminal de Paranaguá é vendido por R$ 2,9 bi. Após mais de um ano de negociações, a estatal chinesa China Merchants Port Holding (CMPorts) comprou 90% do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) e a empresa de serviços logísticos TCP Log, por R$ 2,9 bilhões (US$ 925 milhões). A transação envolve 90% dos ativos portuários. O fundo americano Advent, que tinha 50% da TCP, vendeu toda sua fatia. Os acionistas restantes – as empresas espanholas Galigrain e TCB –, também saem do negócio. Já os três sócios fundadores: Pattac, Soifer Participações e TUC Participações Portuárias vendem parte das ações, mas ficam, juntos, com 10% restantes dos ativos. A transação avalia o TCP em cerca de R$ 3,2 bilhões e a conclusão da operação está prevista para até o fim de 2017, após passar por crivo regulatório e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). 04/09/2017

 

Fonte: Fusões e Aquisições

http://fusoesaquisicoes.blogspot.com.br/2017/09/fusoes-e-aquisicoes-destaques-da-semana_13.html