FUSÕES E AQUISIÇÕES – DESTAQUES DA SEMANA 02 a 08/jul/2018

FUSÕES E AQUISIÇÕES – DESTAQUES DA SEMANA 02 a 08/jul/2018

 

Captura de Tela 2018-07-09 às 23.31.19Divulgadas 13 operações de Fusões e Aquisições com destaque pela imprensa na semana de 02 a 08/jul/2018.  Envolvem direta ou indiretamente empresas brasileiras de 11 setores.

ANÁLISE DA SEMANA
NEGÓCIOS DA SEMANA

“Market Movers” – Brasil

  • Embraer e Boeing anunciam criação de empresa de capital fechado – A Embraer anunciou nesta quinta-feira a assinatura do memorando de entendimentos com a americana Boeing que estabelece as premissas básicas para a criação de uma empresa que receberá a parte de aviões comerciais da companhia brasileira. Acordo avalia negócio em US$ 4,75 bi; americana vai desembolsar US$ 3,8 bi para ter 80% da empresa resultante da transação. 05/07/2018

“Market Movers” – Exterior

  • Nestlé está em negociação para adquirir participação na Champion Petfoods – A Nestlé está em negociação para adquirir participação majoritária na fabricante canadense de ração para cães e gatos Champion Petfoods por mais de US$ 2 bilhões, segundo fontes do setor. Com a medida, a companhia suíça busca aumentar os investimentos em negócios com alto crescimento para compensar os resultados da operação de alimentos embalados. 02/07/2018
  • Micro Focus vende Suse por US$ 2,53 bi – A Micro Focus vendeu para o fundo de investimento EQT por US$ 2,53 bilhões a Suse, uma companhia veterana no mundo open source adquirida pela multinacional inglesa de tecnologia há quatro anos. Com o negócio, a Suse volta a ser uma empresa independente. A história da companhia é cheia de idas e vindas. Fundada em 1992, a Suse foi comprada pela Novell, então uma gigante de tecnologia para redes, ainda em 2003. 03/07/2018
  • Interpublic compra divisão da Acxiom – O Interpublic Group, uma das maiores companhias de publicidade do mundo, formalizou a compra da divisão de serviços de marketing da Acxiom por US$ 2,3 bilhões. O negócio dará ao Interpublic acesso a ferramentas digitais que ajudam os anunciantes a fazer varredura de dados a fim de alcançar clientes em potencial. .. 04/07/2018

HUMORES & RUMORES

M & A – VENDA

  • Petrobras anuncia suspensão de vendas em refino, fertilizantes e na TAG – Os chamados “processos competitivos” para formação de parcerias em refino foram anunciados em abril e compreendem a alienação de 60% das refinarias. A Petrobras anunciou nesta terça-feira a suspensão dos processos competitivos para parcerias em refino e também de desinvestimentos na Araucária Nitrogenados e na Transportadora Associada de Gás (TAG). O anúncio ocorre após decisão cautelar do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), pela qual a venda de ações de empresas públicas depende de autorização legislativa. 03/07/2018
  • Marfrig diz que recebeu ofertas vinculantes de compra da Keystone Foods – Venda da fornecedora de alimentos processados é importante para meta de reduzir endividamento. A Marfrig Global Foods informou nesta sexta-feira que recebeu ofertas vinculantes de compra da Keystone Foods, avançando mais uma etapa do seu processo de venda da unidade fornecedora de alimentos processados para redes de restaurantes, que tem operações concentradas nos Estados Unidos e Ásia. A venda da unidade é considerada pela companhia como importante para alcançar meta de endividamento medido pela relação dívida líquida sobre Ebitda de 2,5 vezes no fim do ano. No final do primeiro trimestre, a alavancagem era de 3,67 vezes.  .06/07/2018
  • Italiana Enel coloca usinas eólicas e solares no Nordeste à venda, diz Valor – A Enel Green Power, subsidiária de energia limpa da italiana Enel , contratou a Rothschild para a venda de parques eólicos e usinas solares já em operação no Nordeste do Brasil, segundo reportagem do Valor Econômico nesta quinta-feira. A tentativa de venda envolve 90 megawatts em ativos eólicos na Bahia e cerca de 450 megawatts em empreendimentos solares na Bahia e no Piauí, de acordo com a reportagem, que cita fontes não identificadas.A Enel é uma das maiores investidoras em geração renovável no Brasil, onde recentemente também apostou na expansão no setor de distribuição, com a compra da Eletropaulo, fechada no último mês.05/07/2018

M & A – COMPRA

  • Gigantes do shopping negociam fusão e ações sobem na Bolsa – A Aliansce e da Sonae Sierra afirmaram que estão em tratativas sobre combinação de suas operações. As ações da Aliansce e da Sonae Sierra Brasil subiam forte na tarde desta quarta-feira, alta de 5,89% e 6%, respectivamente. Os papéis repercutem uma notícia publicada pelo Valor Econômico que afirma que as operadoras de shopping negociam uma fusão.
  • Galp vai investir US$ 114 milhões em fatia de bloco na Bacia de Santos – A petrolífera portuguesa Galp Energia disse hoje que sua subsidiária Petrogal Brasil irá comprar uma fatia de 3% no bloco de Carcará (BM-S-8), na Bacia de Santos, por cerca de US$ 114 milhões, da norueguesa Equinor (ex-Statoil), no último remanejamento de seu portfólio de ativos.O bloco inclui o prospecto de Guanxuma, onde o primeiro poço de exploração está sendo perfurado, informou a Galp.A aquisição depende da conclusão pela Equinor de um acordo separado para a compra de uma participação de 10% no bloco pertencente à Barra Energia.
  • Biolab entra no ramo de genéricos e projeta vendas de R$ 150 milhões – Uma das maiores farmacêuticas de capital nacional, a Biolab acaba de chegar a um novo mercado, o de medicamentos genéricos, com previsão de faturamento de mais de R$ 150 milhões já em 2019.A caminho de inaugurar uma fábrica de R$ 450 milhões em Pouso Alegre (MG),  a empresa também estreia na área de sistema nervoso central (SNC) e tem olhado ativos à venda no Canadá, para potencialmente estabelecer sua primeira unidade produtiva fora do Brasil. ..  04/07/2018
  • Raízen negocia compra da Usina Rio Pardo, do grupo Zogbi, diz Valor – Raízen Energia, joint venture entre Cosan e Shell , está em negociações para a aquisição da Usina Rio Pardo, em Avaré (SP), que pertence ao grupo Zogbi, segundo reportagem do Valor Econômico nesta sexta-feira. A transação poderia envolver a assunção de cerca de 200 milhões de reais em dívidas da usina pela Raízen, ainda de acordo com a publicação, que cita fontes com conhecimento do assunto. 06/07/2018
  • Kroton autoriza Somos a seguir fazendo aquisições – A situação é sui generis? Ficar parado num mercado aquecido poderia ser pior… 05/07/2018
  • Digital Realty negocia compra da Ascenty no Brasil – Digital Realty Trust Inc. está em negociações para comprar a operadora brasileira de data centers Ascenty, de acordo com pessoas com conhecimento do assunto. A Digital Realty, empresa de investimentos imobiliários sediada em São Francisco com valor de mercado de US$ 24 bilhões, poderia investir na Ascenty juntamente com um parceiro, disse uma das pessoas, que pediu para não ser identificada porque as negociações não são públicas. Em outubro passado, a empresa anunciou joint venture com a Mitsubishi Corp. focada em data centers no Japão. Nenhum acordo foi fechado com a Ascenty até o momento. 05/07/2018

PRIVATE EQUITY

  • Fleury e Sabin investem no fundo Qure – O Grupo Fleury e Grupo Sabin,  dois dos maiores players de medicina diagnóstica do Brasil, iniciaram uma cooperação técnico-científica internacional. As empresas investirão de forma conjunta na Qure – venture capital e incubadora de startups na área de saúde que faz parte do fundo de investimento israelense Ourcrowd. Os grupos Fleury e Sabin investirão de forma conjunta na Qure. Foto: Pexels. Os grupos Fleury e Sabin já possuem uma trajetória de pesquisas, programas e iniciativas técnico-científicas e em inovação. O foco da parceria será o desenvolvimento de novos modelos de negócios nas áreas de inteligência artificial, diagnóstico remoto, segurança de dados, biologia molecular e monitoramento glicêmico. 04/07/2018

IPO

  • Investidor prefere oferta primária de ações, mas secundária rende mais – Desde as ofertas públicas iniciais de ações (IPOs) em abril, as ações da operadora de saúde Hapvida valorizaram 27%. No mesmo período, a concorrente Intermédica subiu 32%. A diferença de desempenho até chegou a ser bem maior no período. A Hapvida, cuja oferta foi majoritariamente primária, levantou mais recursos no IPO e teve maior demanda na oferta. Mas é a concorrente, cuja oferta foi majoritariamente secundária, que registra a maior valorização. Para gestores de ações e bancos de investimento, esse comparativo pode servir de exemplo de um fenômeno comum do mercado acionário brasileiro. Os investidores tendem a privilegiar ofertas majoritariamente primárias de ações (aquelas em que o dinheiro vai para o caixa da empresa), acreditando que a companhia tende a crescer mais com recurso em caixa. Por outro lado, dá desconto ao precificar ofertas secundárias (quando o acionista é o vendedor), em que o capital não chega à companhia. Por isso mesmo, as primárias costumam chegar à bolsa com múltiplos maiores. Com análise inicial mais modesta, as secundárias acabam tendo mais espaço para se valorizar, em média.  02/07/2018
  • Banrisul cancela IPO de unidade de cartões – O banco afirmou que o pedido de registro de companhia aberta será mantido. O Banco do Estado do Rio Grande do Sul, Banrisul, anunciou nesta quinta-feira o cancelamento da oferta pública inicial de ações (IPO) de sua unidade de cartões, citando as atuais condições do mercado de capitais.05/07/2018
  • JHSF desiste de IPO de unidade JHSF Malls – Empresa segue com processo de venda de participação minoritária em shopping controlados indiretamente, no valor de até R$ 745 milhões. A gestora de shopping centers e empreendimentos imobiliários de alto padrão JHSF informou nesta sexta-feira que desistiu do pedido de oferta pública inicial de ações da unidade JHSF Malls, que estava suspenso desde abril. A empresa segue ainda com processo de venda de participação minoritária em shopping centers controlados indiretamente pela companhia, no valor de até 745 milhões de reais, anunciado em maio. 06/07/2018
  • Fundo faz registro de OPA para tirar Elekeiroz da bolsa – O fundo de investimento Kilimanjaro Brasil Partners decidiu fechar o capital da companhia de produtos químicos Elekeiroz e registrou pedido de oferta pública para aquisição das ações da empresa. O pedido veio depois que a holding Itaúsa concluiu a venda de sua participação na Elekeiroz para acontroladora do Kilimanjaro, HIG Capital, no início do mês passado. Segundo comunicado do Kilimanjaro divulgado pela companhia, laudo de avaliação determinou como valor justo para as ações da Elekeiroz o intervalo de 5,83 e 6,39 reais. 04/07/2018
  • Ano de 2018 já acabou no Brasil. Pelo menos para os IPOs – O quadro ainda completamente incerto para as eleições presidenciais no Brasil só intensificou um momento que já vinha ruim para os emergentes diante da guerra comercial entre China e Estados Unidos e a recuperação da economia norte-americana. Tudo isso acabou por enterrar as perspectivas de um ano frutífero em estreias na bolsa.O que se esperava era um ano de recuperação econômica e de boas perspectivas para ofertas inicias de ações, principalmente no primeiro semestre, dada a volatilidade tradicionalmente esperada nas eleições na segunda metade do ano. Mas a realidade foi outra: sem consenso nas eleições, mesmo que um candidato pró-mercado vença, ele dependerá do apoio do Congresso para aprovar medidas, o que deixa para 2019 a nova janela de colocação.Para IPOs “o ano já acabou em maio”, disse José Francisco Gonçalves, economista-chefe do Banco Fator, citando o período em que ocorreu a greve dos caminhoneiros.  Desde março, Agibank suspendeu a oferta inicial de ações até setembro, Dass, Blau Farmacêutica e Ri Happy desistiram e JHSF interrompeu o IPO depois de um acordo com a XP Malls. Banco Inter, NotreDame Intermédica e Hapvidaconseguiram concluir as ofertas, todas em abril. Na lista de ofertas em análise ainda estão a Multilaser e a unidade de cartões do Banrisul. 03/07/2018

RELAÇÃO DAS TRANSAÇÕES

  • Acionistas da Azevedo & Travassos, em dificuldades, vendem suas ações – A empresa de construção Azevedo & Travassos informou nesta segunda-feira (2) que sua acionista controladora, a Helber, que atua como uma holding de participações em empresas, junto com um grupo de acionistas, fecharam um acordo para a venda de ações para a AJC Holding, companhia que atua na reestruturação de empresas com problemas, por R$ 43,2 milhões.02/07/2018
  • Prosegur faz acordo para levar Transfederal  – A companhia espanhola Prosegur informou que comunicou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) um acordo preliminar para uma possível aquisição da Transfederal, empresa de transporte de valores e gestão de numerário, ligada ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). Para Prosegur, a operação exige aprovacão prévia do Cade e outras condições precedentes deverão ser cumpridas para que o acordo seja..  03/07/2018
  • Suzano exerce opção e pagará mais R$750 mi para ficar com florestas da Duratex em SP – A Suzano anunciou nesta segunda-feira que vai exercer opção para comprar um segundo lote de florestas da Duratex no Estado de São Paulo, em uma operação envolvendo cerca de 750 milhões de reais. A aquisição envolve 20 mil hectares de áreas rurais e 5,6 milhões de metros cúbicos de madeira, informou a Suzano, que em fevereiro anunciou a compra de 9,5 mil hectares, e 1,2 milhão de metros cúbicos de madeira, da Duratex no Estado por 308 milhões de reais. 02/07/2018
  • ADM adquire a francesa Neovia por € 1,5 bilhão – A americana ADM anunciou ontem a aquisição da Neovia, uma das mais importantes companhias globais de nutrição animal pertencente à central de cooperativas francesa InVivo. O negócio, de aproximadamente € 1,5 bilhão, ainda depende da aprovação das autoridades regulatórias. A expectativa da ADM é que o processo esteja concluído até o fim do ano. Com sede em Saint-Nolff, na Bretanha, a Neovia foi fundada em 1954 e produz uma ampla gama de produtos para a indústria de ração animal, incluindo serviços para o segmento pet (animais de companhia), linhas de produtos premium, aditivos e outros ingredientes. A Neovia tem 72 fábricas em 25 países, 11 centros de pesquisa e desenvolvimento e emprega 8,2 mil pessoas. Com a Neovia, a ADM vai se tornar uma das maiores empresas de ração em atuação no Brasil, juntando-se à também americana Cargill e às holandesas DSM, Trouw Nutrition e De Heus. No exercício-fiscal 2016/17, a Neovia faturou R$ 1,6 bilhão no país. Ao todo, a empresa tem 13 plantas no Brasil. As principais áreas de atuação da Neovia no Brasil são o mercado de sal mineral para bovinos e o de rações prontas para os segmentos de pet, aves, suínos e peixes. No início do ano, a empresa anunciou ampliação dos investimentos na área de premix, que, com a ADM, devem ganhar dimensão. 03/07/2018
  • Neltume Ports compra 49% da Rochamar – 51% da Rochamar está nas mãos da corporação chilena Grupo Ultramar. A operadora de portos chilena Neltume Ports adquiriu 49% da Rochamar Agência Marítima da HJX Administração e Participações , através de sua subsidiária Mercotrade , que se tornou a única acionista da organização portuária brasileira. O valor da transação não foi divulgado.A Rochamar é uma agência marítima com presença nos principais portos do Brasil. Possui operações em terminais portuários na Argentina, Uruguai, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Bolívia, Panamá e Estados Unidos, de acordo com seu site corporativo. 06/07/2018
  • Corretora de seguros anuncia aquisição – A Vila Velha Seguros, uma das mais tradicionais corretoras do Brasil, anuncia a compra da Somise Corretora como parte do seu plano de expansão. Para os aportes do próximo semestre, a companhia mapeou mais duas corretoras potenciais e já iniciou as negociações. Os valores não foram divulgados. Há mais de 16 anos no ramo segurador, a Somise administra uma carteira de apólices tanto de automóvel como condomínios, risco de engenharia, transporte e residencial. 05/07/2018
  • Funcional amplia atuação na cadeia farmacêutica com nova aquisição – Empresa que gerencia programas de saúde para indústrias farmacêuticas e mercado corporativo adquire 100% do controle da Fidelize, especializada em trade marketing e conectividade para o mercado farma. A Funcional Health Management, a maior empresa de gestão de programas de saúde para o mercado corporativo e indústrias farmacêuticas do país, concluiu a aquisição de 100% da empresa Fidelize, que processou mais de 7 bilhões de reais em transações comerciais em 2017. O intuito é fortalecer as operações e agregar ainda mais resultados aos clientes, ajudando a manter o forte crescimento de 25% ao ano. “A união representa um passo importante para tornar nossa atuação mais consistente e ampla no mercado de saúde, cobrindo a cadeia farmacêutica de ponta a ponta – desde o relacionamento com o consumidor final até a gestão das relações comerciais entre a indústria e o varejo”, comenta o CEO da Funcional Fábio Hansen.04/07/2018
  • Equipe de M&A do Felsberg Advogados assessora aquisição da CMB Aqua pelo grupo mexicano Novem – No início do ano, também com assessoria do escritório, o grupo já havia adquirido a Sibrape. O grupo mexicano Novem, do ramo de piscinas, consolida ainda mais a sua posição no mercado brasileiro por meio da aquisição da CMB Aqua. A equipe de Fusões e Aquisições do Felsberg Advogados, composta pela sócia Evy Marques e as associadas Marcela Rosolen e Julia Ribeiro, assessorou o grupo mexicano no processo de aquisição. Localizada em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, a CMB Aqua fabrica acessórios para piscinas desde 1994. Em março deste ano, o Novem adquiriu, também com assessoria do Felsberg Advogados, a operação brasileira deste ramo de negócios da Pentair Water no Brasil, a SIBRAPE Comércio e Indústria Equipamentos Aquático e Filtragem Ltda. . 04/07/2018
  • Embraer e Boeing anunciam criação de empresa de capital fechado – A Embraer anunciou nesta quinta-feira a assinatura do memorando de entendimentos com a americana Boeing que estabelece as premissas básicas para a criação de uma empresa que receberá a parte de aviões comerciais da companhia brasileira.O acordo prevê a criação de uma empresa de capital fechado, com sede no Brasil. A nova empresa receberá a divisão de aviação comercial da Embraer, enquanto as partes de defesa e jatos executivos permanecerão com a Embraer.  Acordo avalia negócio em US$ 4,75 bi; americana vai desembolsar US$ 3,8 bi para ter 80% da empresa resultante da transação. 05/07/2018
  • CADE aprova sem restrições a aquisição da Samer Serviço de Assistência Médica pela Rede D’Or São Luiz  – Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprova sem restrições a aquisição da Samer Serviço de Assistência Médica pela Rede D’Or São Luiz. Trata-se da aquisição, pela Rede D’Or, da totalidade das quotas representativas do capital social do Hospital Samer, atualmente detidas por pessoas físicas. Conforme informado pelas Requerentes, até a celebração dos documentos definitivos da Operação, a Rede D´Or também poderá adquirir a Policlínica, um hospital materno-infantil, também situado no município de Resende/RJ, integrante do Grupo Samer. O Grupo Samer é composto pelo Hospital Samer e outras três empresas: Policlínica Resende Serviços Médicos Ltda. (“Policlínica”),  Rio Sul Serviços Médicos Ltda. e Plamer Plano Médico Resende Ltda. Todas estão localizadas no município de Resende/RJ. 05/07/2018
  • Vulcabras será distribuidora e licenciada exclusiva das marcas Under Armour – A Vulcabras Azaleia informa que sua subsidiária, a Vulcabras Azaleia CE, celebrou um contrato de compra e venda de participações societárias e outras avenças com Under Armour Europe B.V. e Under Armour UK, para aquisição da totalidade do capital social da UA Brasil Comércio e Distribuição de Artigos Esportivos, com sede em Jundiaí, no interior de São Paulo. O valor da transação não foi revelado. Segundo a empresa, observado o cumprimento das condições precedentes, simultaneamente fechamento da transação, também serão firmados contratos de licença e operação entre Vulcabras CE e sociedades do Grupo Under Armour, pelos quais a Vulcabras CE passará a ser a distribuidora e licenciada exclusiva das marcas “Under Armour” no Brasil para calçados, vestuário e acessórios. 06/07/2018
  • Enel adquire mais 11,6% de participação na Eletropaulo – A Eletropaulo informou nesta sexta-feira que a Enel Brasil Investimentos Sudeste adquiriu mais de 19 milhões de ações de acionistas minoritários da companhia, ou 11,6 por cento do capital total e votante, segundo comunicado ao mercado. Conforme a Eletropaulo, com a aquisição, a Enel passa a deter uma participação acionária de 87,8 por cento do capital da empresa.A aquisição integra a oferta pública (OPA) realizada pela Enel no início de junho, que movimentou 5,5 bilhões de reais, desembocando em participação de 73 por cento na distribuidora de energia. Pelos termos, a Enel estava obrigada a adquirir, até 4 de julho, as ações remanescentes que não haviam sido vendidas no leilão da OPA.  06/07/2018
  • Nasce gigante em tecnologia no mercado de seguros para o Corretor superar limites – Os profissionais da indústria de seguros do Brasil conheceram nesta quarta-feira (04/07) a nova gigante de tecnologia do setor: a Quiver. Fruto da fusão entre Sistemas Seguros e Virtual, a companhia chega ao mercado com o objetivo de criar soluções para ajudar seus clientes a superarem limites e projeta um faturamento de R$ 25 milhões em 2018. A empresa conta com sede nas cidades de São Paulo (SP) e Ponta Grossa (PR) e mais de 170 profissionais experts no mercado. Além disso, a empresa será responsável pela gestão de um volume total em prêmios de R$ 21,5 bilhões e uma carteira de mais de 7 mil clientes. 05/07/2018