Estado recebe escritura e começa a erguer Ceasa de Dourados

Estado recebe escritura e começa a erguer Ceasa de Dourados

 

ceasa-escritira-da-area-240316

Enelvo Felini assina escritura de transferência de área de 4 ha, da Prefeitura para a Aglaer construir a Ceasa de Dourados. (Foto: Chico Leite/Assecom).

Dênes de Azevedo

A Prefeitura de Dourados entregou ao Governo do Estado na tarde desta quinta-feira, em solenidade na 12ª Festa do Peixe, a escritura da área onde será construída a Ceasa (Central de Abastecimento de Hortifrutigranjeiros) de Dourados.

A área de 4,1229 hectares, localizada na BR-163, próximo ao Trevo do Anel Viário, foi para o nome da Agraer por doação, aprovada pela Câmara de Vereadores, no final do ano passado. Com a escritura em mãos o Estado dará início à primeira fase do projeto e até o final do ano já pretende começar a receber produtos.

Estavam presentes na solenidade, sob muita chuva, o secretário de Estado da Produção e Agricultura Familiar, Fernando Lamas e o diretor-presidente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão rural), Enelvo Feline, os deputados Geraldo Resende-PSDB (federal), Zé Teixeira-DEM e João Grandão-PT (estaduais), o comandante do 3º Batalhão da PM, Carlos Silva, coordenadores da UFGD e produtores rurais.

Feline destacou a parceria entre Estrado e Prefeitura e afirmou que teve certeza que o projeto daria certo na primeira reunião que teve com o prefeito Murilo. Ele lembrou que foi muito bem recebido pelo prefeito e que Murilo se prontificou de imediato a viabilizar a área.

O diretor disse que ainda este ano o Estado construirá parte da estrutura, que já será suficiente para iniciar o recebimento da produção de hortifrutigranjeiros. Isso deve ocorrer já no final do ano. A segunda etapa das obras será feita no ano que vem. O Estado está tentando obter recursos federais para isso. “A Ceasa será muito importante para Dourados; todos ganham, o produtor, o distribuidor e o mercado, que tem produtos mais baratos”, afirma.

Fernando Lamas disse que a Ceasa é uma resposta à determinação do governador Reinaldo Azambuja para materializar ações que possam desenvolver e fazer crescer o Estado. Ele também destacou que com a parceria Prefeitura/Estado ficou mais fácil construir a Ceasa. “É uma região de mais de 30 municípios que reúne mais de 1 milhão de habitantes, que precisa dessa Ceasa já há algum tempo para ajudar a diversificar a produção”, ressaltou.

O secretário Landmark destaca a Ceasa como mais uma importante conquista para os produtores familiares de Dourados. Para ele, a central vai estimular a produção e melhorar a renda no campo. “Foi um trabalho em conjunto que está dando certo; estou muito feliz”, diz o secretário.

O deputado federal João Grandão disse que é um orgulho ver o projeto sair do papel. Disse ainda que no passado viabilizou recursos de emenda parlamentar para construir a central de abastecimento em Dourados, mas que a mudança de local pela Prefeitura acabou inviabilizando a proposta.

Geraldo Resende elogiou a iniciativa da Ceasa. “Dourados precisava há muito tempo de uma estrutura dessa. Parabenizo o prefeito Murilo, a Assembleia e o governador Reinaldo pela iniciativa”, disse.

A 12ª Festa do Peixe de Dourados acontece no Parque Ambiental do Rego D`Água Primo Vicente Fioravante até a noite de domingo.