Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401512 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3290 8981088 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3398 9482888 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401512 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3290 8981088 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3398 9482888 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401512 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3290 8981088 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3398 9482888 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401512 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3290 8981088 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3398 9482888 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Em função do Covid-19, 56ª Expoagro é adiada para setembro

Em função do Covid-19, 56ª Expoagro é adiada para setembro

Expoagro-2020-1280x720

A direção do Sindicato Rural de Dourados anunciou na manhã desta segunda-feira que a entidade decidiu pelo adiamento da 56ª Expoagro. Considerada a maior feira agropecuária do Estado, a 56ª edição da Expoagro aconteceria de 15 a 24 de maio no Parque de Exposições João Humberto de Carvalho, em Dourados. A medida será adotada atendendo às recomendações das autoridades em saúde e em cumprimento a decreto municipal que estabelece a suspensão de eventos durante a pandemia do novo coronavírus.

A nova data será de 4 a 13 de setembro, mantendo a mesma programação.

O Sindicato Rural de Dourados lamenta a situação que vem ocorrendo por todo o mundo, causada pelo novo coronavírus. A entidade entende a pertinência da suspensão e adiamento de eventos pelo poder público, incluindo a 56ª Expoagro, considerando a grande aglomeração e circulação de pessoas na feira, o que não é recomendável neste momento.

O Sindicato Rural de Dourados continuará acompanhando os fatos e as determinações do poder público e acredita que, com a ajuda e colaboração de todos, superaremos esta crise de saúde o mais breve possível.