Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3010 8705064 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3105 9149008 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3010 8705064 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3105 9149008 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3010 8705064 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3105 9149008 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 400968 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401240 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3010 8705064 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3105 9149008 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Em Dourados já são 13 loteamentos com 8 mil terrenos aprovados no ano

Em Dourados já são 13 loteamentos com 8 mil terrenos aprovados no ano
loteamentos-aprovados_1910-01-cidade-jardim

Com gestão municipal moderna Dourados agiliza investimentos e ganha novos loteamentos . (Foto: A. Frota).

Em pleno crescimento, Dourados tem atraído muitos investimentos imobiliários, principalmente na área de loteamentos. São empreendimentos de padrão alto, médio e social para atender a demanda de crescimento da cidade. Somente neste ano de 2016 a Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento já aprovou 13 projetos de loteamentos, de acordo com Rosmari Covatti, diretora do Departamento de Parcelamento do Solo. São empreendimentos que estão à venda ou em lançamento.

Dourados enfrenta um boom de crescimento na gestão do prefeito Murilo. Ele organizou e modernizou a gestão pública municipal, o que favorece os investimentos. A Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento tem uma equipe ágil e muito bem preparada tecnicamente para imprimir rapidez na tramitação dos processos.

Esses 13 projetos colocam à disposição do mercado imobiliário mais 8 mil terrenos, segundo Rosmari, com uma gama variada de tamanhos e localização, que garante a expansão da cidade em todas as regiões. O secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento é o engenheiro Jorge de Lúcia.

Já consta na infraestrutura do loteamento galeria de águas pluviais, asfalto e rede de água e energia. Em alguns casos a incorporadora oferece inclusive a rede de esgoto. É um grande avanço na legislação, que evita que a Prefeitura precise fazer a infraestrutura desses bairros no futuro.

Outro grande avanço foi a instituição pelo prefeito Murilo de legislação municipal que garante o fracionamento menor do solo. Assim, as incorporadoras podem colocar hoje a venda terrenos a partir de 200 m² (10×20 metros). São os chamados loteamentos sociais que garantem a famílias de menor renda a possibilidade de adquirir o terreno e construir a sua casa própria.

O Green Ville, localizado na região do Grande Guaicurus e com 1.500 lotes aproximadamente, é um dos loteamentos sociais recém aprovados pela Prefeitura. O Delta Parque, na região da Embrapa e com aproximadamente 1.300 lotes, está em tramitação na Prefeitura para aprovação.

Está em fase final de aprovação também na região do Clube Indaiá, pela VGM Incorporadora, o loteamento Flor de Lotus, com 500 terrenos. Acaba de ser aprovado também o Cidade Jardim 4, da São Bento Incorporadora, também na região do Clube Indaiá. O Cidade Jardim II, na mesma área, está em tramitação.

Uma novidade na cidade é um loteamento rural, localizado à margem do Rio Dourados, na BR-463, que já está aprovado. Executado pela JPC Incorporadora será um condomínio fechado, com foco no lazer e na pesca.

Polo regional forte, com população da região estimada em 1 milhão de habitantes, Dourados se consolidou como um centro de comércio, serviços e negócios, atraindo a atenção de empreendedores de várias partes do Brasil. É uma das cidades que mais crescem e se desenvolvem no Cento Oeste. (Da Assessoria).