Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401512 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3369 8739328 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3480 9255208 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401512 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3369 8739328 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3480 9255208 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401512 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3369 8739328 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3480 9255208 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401240 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401512 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3369 8739328 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3480 9255208 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Dourados receberá R$ 5,4 mi para ampliar rede de esgoto

Dourados receberá R$ 5,4 mi para ampliar rede de esgoto

saneamento

O Governo do Estado, por meio da Agência de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul (Agesul), vai investir mais R$ 5,4 milhões para ampliar o sistema de esgotamento sanitário em Dourados. A rede de esgoto será ampliada em 23.360 metros de extensão, englobando diversas ruas no bairro Parque das Nações.

Serão construídas duas estações elevatórias de esgoto, um interceptor e duas redes coletoras, todos elementos com função de conduzir o esgoto até a estação de tratamento. A obra ainda contempla 918 ligações domiciliares, conforme o projeto de engenharia.

O extrato de contrato, entre Agesul e empresa vencedora da licitação, foi publicado nessa quinta-feira (06.02) em Diário Oficial do Estado. O prazo para execução da obra será de 360 dias consecutivos, contados a partir dda Ordem de Início de Serviço.

Rede de Esgoto

Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) está executando diversas obras de melhorias e ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Dourados. Entre as obras em execução está uma nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), com capacidade de tratar 100 litros por segundo, além da perfuração de superpoços, e a construção de 312 metros de rede coletora de esgoto e 15.600 ligações domiciliares.