Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3949 8741760 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4121 9257640 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3949 8741760 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4121 9257640 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3949 8741760 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4121 9257640 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401032 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401304 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3949 8741760 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.4121 9257640 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Dourados recebe a segunda edição da campanha “Saindo do Sufoco”

Dourados recebe a segunda edição da campanha “Saindo do Sufoco”

 

No ano passado, campanha atendeu 437 consumidores em busca de tentativas de acordo com credores; sucesso das negociações atingiram 95,01% dos casos (Foto: Arquivo)

No ano passado, campanha atendeu 437 consumidores em busca de tentativas de acordo com credores; sucesso das negociações atingiram 95,01% dos casos. (Foto: Arquivo).

A Prefeitura de Dourados já está preparando a campanha “Saindo do Sufoco II”.  A campanha foi idealizada pelo prefeito Murilo em 2015 e por causa do sucesso da primeira edição, o Procon (Programa Municipal de Defesa do Consumidor), de Dourados, resolveu realizar essa segunda ação.

Saindo do Sufoco II será realizada num período de 30 dias. Este ano será do dia 15 de agosto e segue até 15 de setembro. Durante esse período os estabelecimentos que participarem podem oferecer as melhores oportunidades de negociação para reduzir a inadimplência no comércio.

A campanha é realizada pela Prefeitura de Dourados através do Procon  em parceria com a Unigran e Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados). Este ano Procons de outras cidades do Estado vão aderir à campanha.

De acordo com o diretor-presidente do Procon, de Dourados, Rozemar Mattos Souza, a campanha foi um sucesso em 2015, então os demais Procons resolveram aderir e vão realizar como parte das ações integradas no Estado.

A realização dessa campanha em âmbito estadual ficou definida no VI Fórum de Procons Municipais do Estado de Mato Grosso do Sul, realizada em Dourados entre os dias 10 e 11 de março. Participaram representantes de 15 Procons do Estado e outros 12 foram  convidados a aderir à mobilização.

Segundo Rozemar, podem participar as empresas, instituições financeira, prestadoras de serviços, entre outras. Além de oferecer oportunidades de pagamento da dívida, a campanha tem como meta reforçar a importância da educação financeira na prevenção do superendividamento e na estruturação de uma vida financeira saudável.

Primeira edição – Em 2015 a campanha “Saindo do Sufoco I”, foi realizada no mês de setembro, durante os 30 dias. A campanha atendeu 437 consumidores em busca de tentativas de acordo com credores. O sucesso das negociações atingiram 95,01% dos casos.

No período da campanha, os consumidores que queriam sair na inadimplência e recuperar o crédito no mercado puderam procurar o órgão para renegociar suas dívidas. O Procon, em parceria com a Unigran, fazia a intermediação entre os credores e os consumidores.

De acordo com balanço feito pelo programa, foram negociados R$ 375.505,98 em dívidas, sendo que o acordo com os fornecedores gerou um valor de R$ 234.508,98. Houve desconto em relação ao débito principal, o que é positivo para que o interessado consiga quitar a dívida.

A principal dívida negociada pelo Procon foi relacionada ao cartão de crédito, considerado o vilão disparado para o endividamento da maioria das famílias brasileiras, segundo dados da CNC (Confederação Nacional do Comércio).

Como participar – Os consumidores que desejarem negociar suas dívidas deverão se dirigir a sede do Procon, localizado na Rua Joaquim Teixeira Alves, 772, centro, com documentos e comprovantes (faturas, comprovantes de pagamentos, carnês, entre outros). A renegociação será realizada de acordo com o orçamento familiar.