Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403856 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5004 35005048 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5160 35912088 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403856 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5004 35005048 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5160 35912088 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403856 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5004 35005048 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5160 35912088 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403856 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5004 35005048 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5160 35912088 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Dourados apresenta Plano de Saneamento nesta terça

Dourados apresenta Plano de Saneamento nesta terça

 

Plano de saneamento contempla, entre outras ações, serviços de drenagem urbana. (Foto: Divulgação).

Plano de saneamento contempla, entre outras ações, serviços de drenagem urbana. (Foto: Divulgação).

Nesta terça-feira (09), às 19h, a Prefeitura de Dourados apresentará na Câmara de Vereadores o PMSB (Plano Municipal de Saneamento Básico), sob coordenadoria da Secretaria de Planejamento. O Plano é um instrumento de planejamento e de gestão dos serviços públicos para melhorias no saneamento básico.

A elaboração do Plano contemplou os serviços de abastecimento de água potável, coleta e tratamento de esgoto sanitário, limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos, drenagem urbana e manejo de águas pluviais.

De acordo com a Prefeitura, o plano contempla diagnóstico da situação atual, seus impactos na qualidade de vida da população e prognostica as demandas dos serviços para os próximos 20 anos, com metas e objetivos estabelecidos, além da definição de programas, projetos e ações necessárias para a universalização dos serviços.

Conforme a Secretaria de Planejamento, dentre os objetivos com o Projeto, estão obedecer à exigência legal aos titulares de serviço público de saneamento básico, de acordo com Lei Federal 11.445/200; auxiliar o município a identificar os problemas atuais dos quatro eixos do saneamento; determinar ações e alternativas para atendimento da demanda atual e de expansão; estabelecer objetivos, metas e investimentos, a fim de alcançar a melhoria dos serviços; contribuir para o desenvolvimento sustentável do município.

O trabalho de estruturação do plano teve início no ano passado e tem previsão de ser concluído em setembro, de forma ao município se adequar as normas legais e se preparar para o futuro.

O estudo compreende sete fases. Conforme o secretário de Planejamento, Tahan Sales Mustafá, a análise está na terceira etapa, que visa coletar informações da realidade local para as próximas etapas.

“Essa fase é o diagnóstico técnico e foram colhidas informações em todos os aspectos de toda a cidade. As informações serão bases pra um prognóstico que irá apontar as necessidades que deveremos trabalhar para os próximos 20 anos”, disse.

Um grupo de acompanhamento do trabalho de diagnóstico é formado por servidores de várias secretarias e órgãos municipais.

O secretário destaca a preocupação da Gestão Délia Razuk de debater as ações e convida a população para participar da apresentação do Plano. “A prefeita Délia tem voltado ações nesse âmbito, o que era indispensável para Dourados. Nosso convite é para que a população se intere, opine e participe”, citou.

O trabalho já realizado está disponível no site da prefeitura [www.dourados.ms.gov.br] e pode ser acessado no campo ‘cidadão’.