Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401160 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401432 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3108 8748960 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3201 9264840 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401160 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401432 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3108 8748960 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3201 9264840 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401160 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401432 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3108 8748960 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3201 9264840 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401160 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0000 401432 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3108 8748960 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3201 9264840 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Conheça os cinco cenários do futebol olímpico no Brasil; cidades já movimentam milhares de turistas

Conheça os cinco cenários do futebol olímpico no Brasil; cidades já movimentam milhares de turistas

 

As partidas de futebol dos Jogos Olímpicos Rio 2016 tem início nesta quarta-feira (3) com partidas disputadas em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. A bola também vai rolar nos gramados de Salvador, Manaus e Brasília, dando a oportunidade para os visitantes brasileiros e estrangeiros conhecerem um pouco mais da diversidade cultural e das riquezas da flora e fauna encontradas no país. Assim, o viajante poderá se deixar encantar por cenários típicos da Amazônia, do Cerrado, da Caatinga e da Mata Atlântica.

Os turistas que viajarem para a capital federal para assistir aos jogos poderão conhecer a rica biodiversidade do Cerrado composta por mais de 11 mil espécies de animais e vegetais, e preservada nos parques espalhados por toda a cidade, além de seu Jardim Botânico. A frutas típicas da região também destacam-se na gastronomia, como o cajuzinho-do-cerrado e o pequi. No âmbito cultural, os visitantes podem contemplar os edifícios e monumentos arquitetônicos do Plano Piloto de Brasília, tombado como Patrimônio Cultural da humanidade pela Unesco em 1987.

A transição do Cerrado para a Mata Atlântica compõe os cenários naturais da capital mineira, e pode ser contemplada na Serra do Curral e no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, inaugurado em 1897 com 182 mil metros quadrados de área. Durante o passeio pela região Norte da cidade, os visitantes podem conhecer o Conjunto Moderno da Pampulha, tombado em julho pela Unesco e que tem entre seus atrativos a Igreja de São Francisco, o Museu da Pampulha, o Iate Clube e a Casa do Baile.

Rio de Janeiro (RJ)-1. Foto-Divulgação-Embratur

A bela Floresta da Tijuca estão entre os atrativos turísticos do Rio, cidade-sede dos jogos. (Foto: Divulgação/Embratur).

As reservas de Mata Atlântica como a bela Floresta da Tijuca estão entre os atrativos turísticos que se destacam na cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016 pela beleza das paisagens naturais e pela diversidade de espécies endêmicas da região. O Cristo Redentor e as praias de Copacabana e Ipanema são alguns dos cartões postais do Rio de Janeiro que são reconhecidos internacionalmente como atrativos culturais e de lazer.

A Mata Atlântica também é o bioma predominante na capital paulista, reconhecida como o destino brasileiro mais visitado por turistas brasileiros e estrangeiros motivados por negócios, eventos e convenções. O Parque Ibirapuera é um dos pontos turísticos mais procurados por moradores e turistas e oferece diversas opções para quem quer aproveitar um dia ao ar livre. Para os amantes da arquitetura moderna, a Casa de Vidro é parada obrigatória. A construção foi o primeiro projeto da arquiteta Lina Bo Bardi, em 1951. O jardim da Casa de Vidro ocupa uma área de 7 mil m² e expressa o amor de Lina e do marido, Pietro, pela riqueza natural brasileira.

Na Bahia, os visitantes poderão conhecer a vegetação típica de três biomas brasileiros, sendo o Cerrado no extremo oeste do estado, a Caatinga nas regiões central e norte, e a Mata Atlântica na região litorânea. No âmbito cultural, Salvador tem como destaque entre seus atrativos o Centro Histórico tombado como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1985, que preserva casarões, palácios e igrejas do período colonial.

Os jogos de futebol olímpico também enaltecerão a Amazônia, o maior bioma do Brasil. Em um dia de passeio pela capital do Amazonas é possível contemplar o encontro das águas dos rios Negro e Solimões que formam a bacia amazônica, fazer trilhas pela floresta para conhecer de perto a biodiversidade da região, conhecer o polo industrial da Zona Franca de Manaus e degustar os pratos típicos da gastronomia local, como o tacacá, a tapioca e o x-caboquinho, um tipo de sanduíche com tucumã, queijo coalho e banana frita. (Por Pedro Fideles).