Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3824 8740336 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3963 9256216 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3824 8740336 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3963 9256216 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3824 8740336 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3963 9256216 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0000 401096 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 401368 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.3824 8740336 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.3963 9256216 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

CMN aprova limite de 30 dias para uso do rotativo do cartão de crédito

CMN aprova limite de 30 dias para uso do rotativo do cartão de crédito

 

MasterCard, VISA and Maestro credit cards are seen in this picture illustration taken June 9, 2016. REUTERS/Maxim Zmeyev/Illustration

MasterCard, VISA and Maestro credit cards are seen in this picture illustration taken June 9, 2016. (Foto: REUTERS/Maxim Zmeyev/Illustration).

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quinta-feira norma definindo prazo máximo de 30 dias para uso do rotativo do cartão de crédito, em uma medida que visa contribuir para a redução do juro do cartão, que chega a mais de 400 por cento ao ano.

De acordo com a norma, o saldo devedor não liquidado totalmente no vencimento da fatura do cartão só poderá ser financiada pelo rotativo até o vencimento da fatura seguinte.

A partir daí, os valores não pagos poderão ser financiados com uma linha de crédito parcelado pelo banco, com juros menores. Os bancos terão até 3 de abril para implementar as medidas.

Segundo o diretor de regulação do Banco Central, Otávio Damaso, o objetivo da medida é tornar o uso do cartão mais eficiente e barato para o usuário e ao mesmo tempo permitir um melhor gerenciamento de risco de crédito pelos bancos.

“Esse é um instrumento importante de mitigação de risco”, disse Damaso a jornalistas.

Na prática, a medida regulamenta uma decisão do governo federal anunciada em dezembro pelo presidente Michel Temer, como forma de induzir a redução do juro do rotativo, o mais caro do mercado.

Coincidentemente, o anúncio acontece no mesmo dia em que o BC anunciou que a taxa cobrada no rotativo do cartão de crédito para pessoas físicas fechou 2016 no recorde de 484,6 por cento ao ano.

Em nota, a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) afirmou que a medida permitirá menor comprometimento da renda dos consumidores, permitindo redução da inadimplência e estimulando condições para redução das taxa de juros. (Por Cesar Raizer, da Reuters).