Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5034 36243312 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5206 37189432 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5034 36243312 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5206 37189432 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5034 36243312 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5206 37189432 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5034 36243312 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5206 37189432 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Clima da região de Dourados é tema de publicação da Embrapa

Clima da região de Dourados é tema de publicação da Embrapa

 

Desde junho de 1979, a Embrapa Agropecuária Oeste monitora os principais elementos meteorológicos relevantes para as atividades agrícolas. (Imagem: Divulgação).

Desde junho de 1979, a Embrapa Agropecuária Oeste monitora os principais elementos meteorológicos relevantes para as atividades agrícolas. (Imagem: Divulgação).

O clima é considerado uma importante variável não controlável na gestão de riscos de uma propriedade rural. Desta forma, conhecer as características climáticas da região em que a propriedade rural está localizada é fundamental para a gestão do negócio agrícola.

Desde junho de 1979, a Embrapa Agropecuária Oeste monitora os principais elementos meteorológicos relevantes para as atividades agrícolas, tais como: temperatura e umidade relativa do ar, radiação solar, vento, evapotranspiração, chuvas, ocorrência de veranicos, estiagens e geadas, entre outros.

“Esse trabalho proporcionou a criação de um rico banco de dados que serve de suporte para o planejamento e a tomada de decisões de atividades agrícolas. A publicação reúne informações qualificadas e de fácil acesso aos interessados e pode ser acessada gratuitamente on-line”, destaca o Chefe Geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Lafourcade Asmus. Ele enfatiza ainda a importância dos parceiros dessa iniciativa que contribui com a sustentabilidade da agricultura regional.

A publicação intitulada “O Clima da Região de Dourados, MS”, é a terceira edição, revisada e atualizada. Os dados dessa pesquisa podem ser acessados pela internet, por meio do link http://bit.ly/2B52yVg.

O documento contendo 34 páginas, foi escrito pelos pesquisadores da Embrapa Agropecuária Oeste, de Dourados (MS), Carlos Ricardo Fietz, Éder Comunello e Danilton Luiz Flumignan e contou com a co-autoria do pesquisador do Centro Técnico Aeroespacial/Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), de São José dos Campus, Gilberto Fernando Fisch.

Saiba mais – Fietz explica que o clima da região de Dourados é bastante peculiar, por estarmos numa área de transição. “O verão é quente e chuvoso, possui temperaturas altas, que frequentemente superam 30 °C, com médias altas ao longo do dia e chuvas torrenciais no final da tarde ou da noite. As chuvas no verão são praticamente. Já os invernos possuem temperaturas moderadas a baixas e é, predominantemente, seco. Podem ocorrer geadas e as chuvas são frutos da passagem de frentes frias pela região. O tipo de classificação climática é o Cwa, mesotérmico úmido, com verões quentes e invernos secos”, explica Fietz.

Os dados que deram origem a essa publicação fazem parte da base de dados de consulta on-line, que compõe a rede Guia Clima, que é um sistema de informações climáticas, que monitora e reúne dados com atualização em tempo real a cada 15 minutos, das regiões de Dourados (Embrapa Agropecuária Oeste), Rio Brilhante (Escola Agrícola Professor Olacir Vidal) e Ivinhema (Usina Adecoagro).

 

Christiane Rodrigues Congro Comas, da Embrapa Agropecuária Oeste