Busca de turistas por Bonito cresce 6% no 1º trimestre deste ano

Busca de turistas por Bonito cresce 6% no 1º trimestre deste ano

bonito

O primeiro trimestre deste ano foi positivo para o turismo de Bonito, de acordo com o último relatório do Observatório de Turismo e Eventos de Bonito (OTEB). O número de turistas que frequentaram os atrativos da cidade cresceu 6% comparado com o mesmo período em 2018 – saltou de 56.790 para 60.148 visitantes. Esse percentual está acima da média anual de crescimento dos principais destinos do mundo, que gira entre 3% a 4%.

Na média, a principal cidade do turismo ecológico no Estado teve umna média de 668 visitantes por dia até aqui neste ano. Ou seja, a cada três horas, um turista novo chegou a Bonito neste ano.

Para o presidente do Conselho Estadual de Turismo de Mato Grosso do Sul e da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH/MS), Marcelo Mesquita, Bonito já é um dos principais destinos para quem busca o ecoturismo, despertando inclusive o interesse das operadoras internacionais.

Ele comenta que durante o 1º Adventure NEXT Latin America, realizada em novembro do ano passado no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande, os participantes destacaram a qualidade dos destinos do ecoturismo do Estado, entre eles Bonito, além da infraestrutura.

Mesquita enfatiza que os investimentos em infraestrutura e na oferta de opções para o público do ecoturismo só é possível em um cenário cujo setor está se fortalecendo, com a atração cada vez maior de turistas. O Adventure NEXT, por exemplo, reuniu mais de 400 profissionais da área, entre empresários e jornalistas, segundo ele. “Hoje temos atividades diurno e noturno”, comentou.

Comparando os dados de março de 2018 com o mesmo período deste ano, o aumento foi de 12% – de 16.250 para 18.353 turistas.

A taxa de ocupação dos hotéis da cidade foi de 45% em março do ano passado e 51% neste ano.

Segundo o levantamento do OTEB, o local mais procurado pelos turistas são os balneários de águas transparentes (16.006 visitantes no mês passado), seguido de flutuações, com 13.961 e o passeio nas grutas (12.850 pessoas), principalmente a Gruta do Lago Azul.