Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5333 36016712 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5571 36952768 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5333 36016712 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5571 36952768 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5333 36016712 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5571 36952768 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402368 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0001 403872 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5333 36016712 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5571 36952768 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Bonito ampliará número de voos de dois para três na semana

Bonito ampliará número de voos de dois para três na semana

 

Governador estuda reduzir ICMS do combustível para ampliar número de voos

Em reunião com representantes da Azul Linhas Aéreas na tarde de hoje (7), o governador Reinaldo Azambuja manifestou o interesse de ampliar o número de voos para o município de Bonito. “Queremos potencializar o turismo de Mato Grosso do Sul e aumentar a malha aérea”, disse Azambuja.

Durante o encontro os representantes da empresa pleitearam a redução da alíquota do imposto sobre a querosene, combustível utilizado em aviões. “Nós vínhamos trabalhando com a alíquota de 8,5%%, a qual também era praticada por outra empresa incorporada pela Azul, ou seja, duplicamos nosso trabalho e continuamos com o mesmo incentivo. O nosso pedido é que esse valor seja reduzido para 4,25%”, explicou o assessor jurídico da Azul Linhas Aéreas, César Grandolfo.

Segundo o coordenador de aviação da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Fabrício Alves Correa, na reunião ficou acordado que Bonito terá de imediato mais um voo. “Dentro de 15 dias provavelmente a Azul já aumentará de dois para três o número de voos semanais para Bonito. Mas a intenção do Governo é aumentar  a malha aérea do Estado, especialmente para as rotas turísticas”, explicou.

Participaram do encontro o secretário de Estado de Fazenda, Márcio Monteiro; o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck; o diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Nelson Cintra; o diretor de planejamento e rotas da Azul, Marcelo Ribeiro e o assessor direto da presidência da empresa, Ronaldo Veras. (Da Assessoria).