Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402432 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403936 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4974 36467176 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5114 37420616 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402432 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403936 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4974 36467176 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5114 37420616 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402432 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403936 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4974 36467176 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5114 37420616 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402432 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403936 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.4974 36467176 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5114 37420616 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

As belezas naturais e históricas de quatro cidade do interior do Piauí, na região de Teresina

As belezas naturais e históricas de quatro cidade do interior do Piauí, na região de Teresina

 

 

piaui-Pedra da Tartaruga-Piracuruca-PI-Foto-banco de imagens-Embratur

Pedra da Tartaruga, em Piracuruca, no Piauí. (Foto: Embratur).

Depois de pernoitar envolto pelas belezas naturais de Parnaíba (PI), a tocha olímpica retomou sua rota por mais cinco cidades piauienses: Piracuruca, Piripiri, Campo Maior, Altos e a capital Teresina.

Piracuruca é conhecida pelas festas da padroeira Nossa Senhora do Carmo, que atrai cada vez mais o turismo religioso. A igreja matriz é templo barroco com mais de 300 anos. Há também o Parque Nacional de Sete Cidades, como o arco do triunfo, a pedra da tartaruga e o mirante.

Piripiri, no norte do Piauí é uma das principais atrações turísticas da região. Entre as atrações locais está o Açude Caldeirão, um reservatório de água que ocupa uma área de 1.200 hectares e abastece toda a cidade. Polo de lazer e entretenimento, o local atrai cada vez mais moradores e visitantes em busca de descanso e de um banho agradável, principalmente na época do chamado “sangramento”, que é quando o nível da lâmina d’água extrapola a sua capacidade máxima. No local os turistas encontram ainda às margens do lago bares e restaurantes rústicos, que servem a culinária típica da região, como galinha caipira e principalmente tilápia, frita ou cozida.

piaui-Parque Lagoas do Norte-Teresina-PI-Foto-banco de imagens-Embratur

Parque Lagoas do Norte, em Teresina, no Piauí. (Foto: Embratur).

Em Campo Maior é possível ver os vaqueiros na lida com o gado. Há o Monumento Heróis do Jenipapo, berço da maior luta travada no Piauí pela independência do Brasil e um dos principais pontos turísticos da cidade. O Açude Grande de Campo Maior, que possuiu uma das mais belas paisagens do Piauí, encanta os turistas pelo seu pôr-do-sol, e oferece oportunidade de passeios de jet-ski, lanchas e canoas. A Barragem dos Corredores, a Catedral de Santo Antônio e a “Serra” de Santo Antônio, com suas cachoeiras, piscinas naturais, riacho entre morros e cavernas, também merecem destaque pela beleza, histórico e recanto de lazer. Na culinária, quem comanda é a famosa carne de sol, prato obrigatório e marca registrada do município.

Altos conta com serras, rios perenes, cachoeiras, olhos d’água e riachos com piscinas naturais, estrutura perfeita ao ecoturismo e à prática de esportes radicais.  A cidade possui ainda a Floresta Nacional dos Palmares, unidade de conservação ambiental federal administrada pelo Instituto Chico Mendes, e mantém viva uma forte tradição religiosa e popular manifesta em festividades juninas e do bumba-meu-boi. Altos fica bem ao lado de Teresina, a capital do Estado.

O MTur (Ministério do Turismo) investiu nas cidades do Piauí, desde 2003, quando foi criado, cerca de R$ 262,5 milhões em pavimentação de vias públicas da cidade, apoio a projetos de infraestrutura turística, construção e reforma de praças, urbanização, saneamento e sinalização turística, entre outros projetos. O Parque da Cidadania e a Ponte Estaiada, pontos turísticos que receberão a visita da tocha, foram beneficiados, juntos, com mais de R$ 34 milhões. (Por Priscilla Araujo, do MTur – texto editado).