Warning: Use of undefined constant ‘imagem - assumed '‘imagem' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5178 36470928 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5314 37424368 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: Use of undefined constant noticias’ - assumed 'noticias’' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5178 36470928 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5314 37424368 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5178 36470928 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5314 37424368 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106 Warning: A non-numeric value encountered in /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php on line 52 Call Stack: 0.0001 402304 1. {main}() /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:0 0.0002 403808 2. require('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/index.php:17 0.5178 36470928 3. require_once('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-blog-header.php:19 0.5314 37424368 4. include('/home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-content/themes/IndicadorEco_2_0/single.php') /home/indicadoreconomico.com.br/public/wp-includes/template-loader.php:106

Aparecida do Taboado ganha frigorífico de peixes

Aparecida do Taboado ganha frigorífico de peixes
Uma nova unidade de processamento e abate de peixes foi inaugurada naquinta-feira (28) em Aparecida do Taboado, município da Costa Leste do estado. O frigorífico da GeneSeas Aquacultura está localizado na região do reservatório de Ilha Solteira – considerado polo referência em produção de tilápia, com capacidade de abate de 20 mil toneladas/ano, o que irá ampliar em quase três vezes a capacidade de processamento atual.

No âmbito da nova política de incentivos fiscais, anunciada nesta manhã em Aparecida do Taboado pelo governador do estado, a busca pela atração de novas indústrias deverá ser o mote para esta fase de investimentos orientados ao desenvolvimento das regiões que apresentam mais dificuldades econômicas. “O governo tem buscado essa intenção com os incentivos fiscais, trabalhando na lógica da troca de impostos por empregos. Essa parceria com o setor é de geração de oportunidades, de fomento de cadeia produtiva e geração de postos de trabalho”, afirmou Reinaldo Azambuja.

Jaime Verruck, secretário da Semade, explicou durante o evento que o estado detém a tecnologia na produção de peixes, mas até então não havia conseguido convertê-la em maior produtividade por intermédio de novos empreendimentos. “No que se refere à produção de carnes no estado, Mato Grosso do Sul ainda tem um potencial de crescimento fantástico na área da piscicultura, mesmo que tenhamos neste momento, excelente tecnologia, seja na produção de peixes nativos ou exóticos, como é o caso da tilápia.”

Sobre a inauguração do frigorífico da GeneSeas, o secretário da Semade ainda destacou o grande potencial de crescimento na região de Aparecida do Taboado. “Um dos focos do governo do Estado nesse momento é estimular a piscicultura, pois ela apresenta uma oportunidade de investimentos no estado tanto para o setor rural e quanto para o industrial. A GeneSeas é uma empresa moderna, com previsão de 50% de produção própria, através de tanques-rede e 50% com aquisição dos produtores da região, portanto, haverá um grande fomento na atividade de produção de tilápia em tanques escavados.”

Tito Lívio Capobianco Junior, sócio-fundador e CEO da empresa, informou que a GeneSeas gerou 40 empregos diretos e outras centenas de vagas indiretas com a instalação do frigorífico em Aparecida do Taboado. Só em Mato Grosso do Sul a companhia possui mais de 100 funcionários. “Estamos em atividade no estado desde 2011 e sempre contamos com o apoio fundamental do governo do Estado, e especial na figura de Jaime Verruck, secretário da Semade. Para nós é um orgulho poder inaugurar uma nova unidade nesse momento de recessão que vive o Brasil.”

tilapia-frigorifo aparecida taboado

Costa Leste deverá atrair novos investimentos em piscicultura. Foto: Chico Ribeiro

Atração de novos investimentos

O secretário da Semade esclareceu que a consolidação deste segmento produtivo na Costa Leste deverá atrair novos investimentos que atuam neste setor. “Para Mato Grosso do Sul será fundamental, pois causa impacto e sinaliza o início de outros projetos. Haja vista que a atividade é relativamente nova no município, os trabalhadores já foram capacitados. O projeto foi acompanhado e está ambientalmente correto – com a concessão de todas as licenças de operação. Trata-se de um investimento pioneiro, que sinaliza uma nova atividade econômica para integrar a expansão da produção rural à industrial – o que é um estímulo à diversificação da matriz econômica através deste empreendimento com alta tecnologia”, analisou.

Para Jaime Verruck, o potencial de produção de tilápia no rio Paraná está só começando. “O governo do Estado já atraiu um novo investimento na área, agora para o município de Selvíria. Temos água, espaço e muita capacidade empreendedora”, concluiu. (Da assessoria do Estado).